Voltar ao Início

Você está em:

Por que Peru declarou emergência de saúde?

Casos da doença autoimune, síndrome de Guillain-Barré, ultrapassaram 180 entre janeiro e julho, segundo ministério da saúde
Amanda Omura

Amanda Omura

O governo do Peru decretou estado emergência sanitária nacional, no sábado (8/7), devido ao “aumento incomum” de casos da síndrome de Guillain Barré.

Segundo os dados do Ministério da Saúde local, o país registrou 182 pacientes com a doença no primeiro semestre de 2023. Desses, quatro morreram, 31 seguem internados e 147 receberam alta.

Segundo a nota publicada, o decreto de emergência sanitária vale por 90 dias e permitirá que as autoridades acelerem a compra de insumos e medicamentos para lidar com a alta repentina nas notificações desse problema.

O ministro da Saúde peruano, César Vásquez, declarou que a decisão aconteceu após “um incremento importante [de casos] durante as últimas semanas”, o que exige “ações do Estado para proteger a saúde e a vida da população”.

O que é a síndrome de Guillain Barré e quais são as principais formas de diagnóstico e tratamento?
O ataque de um antigo aliado
A síndrome de Guillain Barré é classificada como uma doença autoimune, em que o próprio sistema imunológico passa a atacar certas partes do corpo de um indivíduo.

No caso específico desta doença, a região acometida é o sistema nervoso periférico, responsável por fazer a comunicação entre o cérebro e as diferentes regiões e estruturas do nosso organismo.

Mas o que leva a esse ataque súbito das células de defesa?

O ministério ressalta que “muitos vírus e bactérias já foram associados temporalmente com o desenvolvimento da síndrome de Guillain Barré, embora em geral seja difícil comprovar a verdadeira causalidade da doença”.

E não há uma relação entre a gravidade da infecção e o aparecimento da doença: mesmo quadros leves e com poucos sintomas podem engatilhar o ataque ao sistema nervoso periférico.

Posts Relacionados

El Salvador se consolida como regime de partido único

El Salvador se consolida como regime de partido único

Apesar da alta popularidade, presidente concentra poderes e anuncia a pulverização da oposição, com controle de 58 das 60 cadeiras

EUA discute sobre a responsabilização das big techs

EUA discute sobre a responsabilização das big techs

Mark Zuckerberg pediu desculpas a familiares de crianças e adolescentes afetadas por conteúdos de exploração sexual infantil

Agricultores impõem ‘cerco’ a Paris em protesto

Agricultores impõem ‘cerco’ a Paris em protesto

Agricultores pressionam governo para recuperar danos causados pela inflação e a guerra, além de políticas prejudiciais ao setor

Começa paralisação na Argentina contra Milei

Começa paralisação na Argentina contra Milei

Ato foi convocado pela maior central sindical do país e tem adesão de funcionários de bancos, comércio, setor bancário e caminhoneiros

Nikki Haley parte para o tudo ou nada contra Trump

Nikki Haley parte para o tudo ou nada contra Trump

Única desafiante ao ex-presidente na disputa republicana, ex-embaixadora da ONU passa a criticá-lo, para tentar reduzir a vantagem dele

Irã e Paquistão abrem diálogo por crise no Oriente

Irã e Paquistão abrem diálogo por crise no Oriente

Nesta semana, Paquistão disse que bombardeou base de grupo separatista em território iraniano, um dia após dizer ter sido atacado Irã

Otan convoca 90 mil soldados para exercício militar

Otan convoca 90 mil soldados para exercício militar

Aliança militar do Ocidente convoca 90 mil soldados de países membros e da Suécia para primeiro exercício militar de 2024

Conflitos se espalham pelo Oriente Médio

Conflitos se espalham pelo Oriente Médio

Israel combate o Hamas e o Hezbollah, aliados do Irã, que apoia também os Houthis, grupo rebelde do Iêmen que ataca navios

pt_BRPortuguese