Voltar ao Início

Você está em:

Preço do aluguel residencial avança 1,86% em janeiro, aponta FGV

O índice acumula variação de 1,23%
Amanda Omura

Amanda Omura

Os alugueis residenciais ficaram em média 1,86% em janeiro, contra 0,66% em dezembro, segundo o Índice de Variação de Aluguéis Residenciais (Ivar) da Fundação Getulio Vargas (FGV).
Com este resultado, o índice acumula variação de 1,23% em 12 meses, representando também uma aceleração na comparação com a taxa interanual apurada em dezembro, de -0,61%.
O novo indicador da FGV foi lançado no começo do ano para medir a evolução mensal dos valores de aluguéis residenciais do mercado de imóveis no Brasil. O Ivar acompanha os preços de contratos assinados entre inquilinos e proprietários em quatro capitais: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre.
A taxa acumulada em 12 meses acelerou em todas as cidades pesquisadas: São Paulo (de -1,83% para 0,40%), Rio de Janeiro (de 0,46% para 1,85%), Belo Horizonte (de 1,46% para 3,69%) e Porto Alegre (de -0,35% para 0,84%).
Não existe uma lei que obrigue a adoção de um índice específico para os alugueis. Ele é escolhido nas negociações entre proprietários e inquilinos. Desde 1989, quando o IGP-M começou a ser calculado, ele passou a ser a principal escolha para a correção dos contratos. Mas, nos últimos anos, fatores que não tem relação com o aluguel jogaram o índice nas alturas.

Posts Relacionados

Autuações da Receita Federal batem recorde e somam R$ 225 bilhões em 2023

Autuações da Receita Federal batem recorde e somam R$ 225 bilhões em 2023

Valor é 65% maior que o volume de autuações de 2022 e coincide com esforço por maior arrecadação

De olho na popularidade, Lula prepara obras do PAC com foco na população de baixa renda

De olho na popularidade, Lula prepara obras do PAC com foco na população de baixa renda

Governo quer aprovar medidas econômicas, como a criação de uma linha de crédito para CadÚnico

Supermercados propõe que sejam desonerados na cesta básica foie gras, bacalhau e trufas

Supermercados propõe que sejam desonerados na cesta básica foie gras, bacalhau e trufas

A discussão sobre quais produtos serão contemplados com quais benefícios ainda não foi feita

Governo estuda medidas para custear parte das tarifas e reduzir conta de luz dos consumidores

Governo estuda medidas para custear parte das tarifas e reduzir conta de luz dos consumidores

Segundo o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, três sugestões foram levantadas

Criação de empregos formais soma 306 mil em fevereiro, com aumento de 21,2%

Criação de empregos formais soma 306 mil em fevereiro, com aumento de 21,2%

Expectativa do governo é de que cerca de 43 mil famílias sejam beneficiadas pela medida

Imposto de Renda 2024: sou MEI, como faço minha declaração?

Imposto de Renda 2024: sou MEI, como faço minha declaração?

MEIs precisam fazer duas declarações diferentes: a tradicional e o faturamento da empresa

Desenrola: Correios e a Serasa promovem megafeirão de renegociação nesta quinta

Desenrola: Correios e a Serasa promovem megafeirão de renegociação nesta quinta

Segundo a Fazenda, mais de 12,2 milhões de pessoas já foram beneficiadas pelo Desenrola Brasil

Governo atrasa, e Haddad diz que reforma do Imposto de Renda será feita em etapas

Governo atrasa, e Haddad diz que reforma do Imposto de Renda será feita em etapas

Quando foi promulgada a reforma, Congresso estipulou 90 dias para apresentação de reforma do IR

pt_BRPortuguese