Voltar ao Início

Você está em:

Privatização da Petrobras é jogada de alto risco e pode virar tiro no pé, dizem aliados de Bolsonaro

Para eles, a estratégia é de alto risco. O governo pode estar dando munição para seus adversários e afastar eleitores
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

O anúncio de estudos para a privatização da Petrobras é uma jogada de alto risco e pode virar um tiro no pé. A avaliação é de aliados do presidente Jair Bolsonaro que são contra a proposta num ano eleitoral.
Para eles, o governo pode estar dando munição para seus adversários e afastar eleitores.

Anunciado pelo novo ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, o pedido de estudos para privatizar a companhia petroleira faz parte de uma estratégia para dar ao presidente Bolsonaro um discurso na campanha eleitoral: de que ele tentou de tudo para reduzir o preço dos combustíveis, não conseguiu, e a saída é vender a estatal.

Ao afirmar que essa era a sua primeira medida à frente do ministério, para o qual foi nomeado na quarta-feira (11), Adolfo Sachsida, um apoiador de primeira hora de Bolsonaro, fez questão de afirmar que tinha autorização direta do presidente da República para fazer o anúncio.

Segundo aliados do presidente, a estratégia é de alto risco. Em vez de garantir um discurso para Bolsonaro se defender da alta da gasolina, do diesel e do gás de cozinha, pode se virar contra ele.

Os aliados lembram que a estatal sempre teve uma boa avaliação da população, que costuma ser contra a venda da empresa. Se a tática não funcionar, em vez de ganhar votos o presidente pode perder apoio entre eleitores.

Além disso, o tema vai ser usado pela oposição para atacar Bolsonaro. A equipe do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva já está usando o anúncio para criticá-lo, divulgar que o presidente é o responsável pela alta dos combustíveis no Brasil e que ele quer vender a empresa mais valiosa do país.

Pedido de estudo sobre privatização
O novo ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, entregou na quinta-feira (12) ao ministro da Economia, Paulo Guedes, um pedido para que sejam feitos estudos para a privatização da Petrobras e da PPSA, a estatal do pré-sal.

Trata-se do primeiro ato de Sachsida após assumir o ministério no lugar do almirante Bento Albuquerque.

A troca no comando da pasta de Minas e energia, e o pedido de estudo visando a privatização da Petrobras, ocorrem num momento em que o presidente Jair Bolsonaro, que tentará a reeleição neste ano, sofre críticas devido aos seguidos aumentos nos preços dos combustíveis promovidos pela estatal.

Posts Relacionados

Receita diz que vai barrar encomendas internacionais que tragam risco ao consumidor

Receita diz que vai barrar encomendas internacionais que tragam risco ao consumidor

Aparelhos eletrônicos, brinquedos, cosméticos, entre outros produtos que não se adequem às regras

El Niño x La Niña: mudança de fenômeno pode impactar a inflação no Brasil

El Niño x La Niña: mudança de fenômeno pode impactar a inflação no Brasil

Principal temor é que o fenômeno provoque longos períodos de seca, esvaziando reservatórios

Governo propõe a servidores aumentos em auxílio alimentação e benefícios

Governo propõe a servidores aumentos em auxílio alimentação e benefícios

Ministério da Gestão se reuniu com representantes do funcionalismo, mas não houve acordo

Reforma tributária: imposto sobre herança ou doação pode subir em 10 estados

Reforma tributária: imposto sobre herança ou doação pode subir em 10 estados

Texto prevê que imposto passe a ser progressivo em todo o país, com base no valor do patrimônio

Autuações da Receita Federal batem recorde e somam R$ 225 bilhões em 2023

Autuações da Receita Federal batem recorde e somam R$ 225 bilhões em 2023

Valor é 65% maior que o volume de autuações de 2022 e coincide com esforço por maior arrecadação

De olho na popularidade, Lula prepara obras do PAC com foco na população de baixa renda

De olho na popularidade, Lula prepara obras do PAC com foco na população de baixa renda

Governo quer aprovar medidas econômicas, como a criação de uma linha de crédito para CadÚnico

Supermercados propõe que sejam desonerados na cesta básica foie gras, bacalhau e trufas

Supermercados propõe que sejam desonerados na cesta básica foie gras, bacalhau e trufas

A discussão sobre quais produtos serão contemplados com quais benefícios ainda não foi feita

Governo estuda medidas para custear parte das tarifas e reduzir conta de luz dos consumidores

Governo estuda medidas para custear parte das tarifas e reduzir conta de luz dos consumidores

Segundo o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, três sugestões foram levantadas

pt_BRPortuguese