Voltar ao Início

Você está em:

Psoríase: frio pode piorar condição de quem sofre com doença que não tem cura

Caracterizada por lesões avermelhadas e descamativas na pele, doença não é contagiosa, mas provoca preconceito
Amanda Omura

Amanda Omura

Caracterizada por lesões avermelhadas e descamativas, a psoríase é uma doença inflamatória da pele, que não tem cura, e que pode ser genética ou relacionada ao estresse intenso. Ela não é contagiosa e pode atacar, além da a pele, o couro cabeludo e as unhas.

De acordo com a dermatologista Cristina Salaro, especialista no assunto pela Universidade de Brasília(Unb) e pela Harvard Medical School, a doença autoimune atinge cerca de 190 milhões de pessoas no mundo (2 a 3% da população) e por volta de três milhões de pessoas no Brasil.

De acordo com a médica, durante os dias frios é comum que haja uma piora nos quadros de psoríase. A especialista explica que, com as temperaturas mais baixas, as pessoas costumam tomar banhos mais quentes, e se expõem menos ao sol, o que piora as lesões.
''O ideal é evitar banhos prolongados e água muito quente. Outra dica importante é a exposição solar controlada, sem filtro solar nas áreas acometidas. Geralmente recomendamos 15 minutos de sol ao dia ou em dias alternados'', diz a médica.
Cristina Salaro alerta que, além do tempo frio, estresse, álcool em excesso, tabagismo, pouca luz solar e traumas - machucados sobre a pele – também podem piorar as lesões de quem sofre com a doença crônica .

Principais sintomas da psoríase
Lesões avermelhadas na pele, que descamam e formam "casquinhas"; elas podem ser mais esbranquiçadas ou transparentes
Descamação extensa no couro cabeludo
Unhas grossas, espessas e descamativas
Inchaço nas articulações

Tratamento da psoríase
A médica Cristina Salaro lembra que a psoríase não tem cura, mas que pode ser controlada, principalmente com medicamentos imunomoduladores.

"Cerca de 80% dos casos, são leves e moderados e podem ser controlados com o uso de medicação local, hidratação da pele e exposição ao sol", diz a dermatologista.

Para quem não consegue se expor ao sol todos os dias, os banhos de ultravioleta A e B também são recomendados. No entanto, esse tipo de intervenção deve ocorrer em clínicas especializadas e sob rigorosa orientação médica, alerta a especialista.

''Mesmo com o tratamento, nem sempre é possível reverter a descamação quando ela já estiver instalada. Mas vale lembrar que a pele se renova, e que se instituirmos os cuidados de hidratação corretamente essa descamação pode ser controlada'', diz Cristina Salaro.

Posts Relacionados

Por que o álcool é tão perigoso para o cérebro dos jovens

Por que o álcool é tão perigoso para o cérebro dos jovens

O álcool é uma toxina. Seus riscos incluem acidentes, doenças do fígado e muitos tipos de câncer, até em pequenas quantidades

Candidíase em homens: como surge a infecção que causa coceira e manchas

Candidíase em homens: como surge a infecção que causa coceira e manchas

A 'Candida albicans' é um tipo de fungo que normalmente coexiste em equilíbrio na microbiota humana, e faz parte do corpo

Cosméticos: quais substâncias nossa pele consegue ou não absorver

Cosméticos: quais substâncias nossa pele consegue ou não absorver

Marketing traz apelo de várias substâncias com promessas de resultados, mas nem tudo é absorvido pela pele

A teoria do ‘útero errante’ que deu origem ao ultrapassado conceito de histeria

A teoria do ‘útero errante’ que deu origem ao ultrapassado conceito de histeria

Esta crença existiu há mais de 2,4 mil anos, mas o paradigma sobre como o suposto 'animal' afetava o corpo se manteve

Psicóloga incentiva adultos a cuidarem de sua criança interior para superar traumas

Psicóloga incentiva adultos a cuidarem de sua criança interior para superar traumas

Com mais de 8 milhões de seguidores, Nicole Lepera fala sobre como os traumas influenciam a vida adulta em vídeos

Álcool, cravo e óleo de citronela: os repelentes caseiros funcionam contra a dengue?

Álcool, cravo e óleo de citronela: os repelentes caseiros funcionam contra a dengue?

Sem comprovação de eficácia, produtos não são aprovados pela Anvisa e podem causar alergias em contato com a pele

O que a maior revisão de estudos sobre comidas ultraprocessadas revelou

O que a maior revisão de estudos sobre comidas ultraprocessadas revelou

Ultraprocessados, como cereais matinais e refrigerantes, foram associados a 32 efeitos prejudiciais à saúde

Procrastinação: por que algumas pessoas “enrolam” mais do que as outras?

Procrastinação: por que algumas pessoas “enrolam” mais do que as outras?

Por que adiamos declaração de imposto de renda ou fazer faxina? Por que algumas pessoas "enrolam" mais do que as outras?

pt_BRPortuguese