Voltar ao Início

Você está em:

PT quer ‘roadshow’ de Alckmin e vê ex-tucano como fiel em 2º turno

Segundo o blog apurou, Fernando Haddad avalia que o apoio do ex-governador de SP pode ser importante para derrotar Tarcisio Freitas
Amanda Omura

Amanda Omura

O impasse do palanque de São Paulo entre PT e PSB tem criado uma saia justa para o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (sem partido) publicamente – mas, nos bastidores, Alckmin está a cada dia que passa mais fechado no apoio à candidatura de Fernando Haddad (PT) ao Palácio dos Bandeirantes.

Apesar de fazer circular que apoiaria o palanque de Haddad e também de Márcio França (PSB), caso o ex-governador decida manter sua candidatura, Alckmin já tem estratégia casada com o petista: rodará o interior de São Paulo com Haddad, numa espécie de “roadshow”, para garantir apoio de suas bases tradicionais ao candidato do PT contra o bolsonarismo.

Segundo apuração, Fernando Haddad tem dito a aliados que a estratégia de 2022 precisa “começar pelo segundo turno”. Por isso, avalia a interlocutores que o apoio de Geraldo Alckmin num eventual segundo turno pode ser o “fiel da balança” para derrotar o adversário – que vê como sendo o ministro da Infraestrutura, Tarcisio Freitas, apoiado por Bolsonaro. Pesquisas internas do PT têm mostrado que Tarcisio, com apoio de Bolsonaro, tem espaço para crescer – o que preocupa o partido de Lula.

Para reagir a esse eventual cenário, o PT espera contar com Alckmin.

Haddad e Alckmin têm excelente relação desde 2013. Durante os protestos pela passagem de ônibus, em São Paulo, Haddad era prefeito e, Alckmin, governador. Diante da pressão, Alckmin telefonou para Haddad e disse que apoiaria qualquer medida da prefeitura. A equipe de Haddad repetia, à época, que nem o PT nem Dilma Rousseff, então presidente da República, haviam dado tanto apoio ao prefeito como o governador.

Posts Relacionados

O que é o Sistema Nacional de Cultura, sancionado por Lula nesta semana

O que é o Sistema Nacional de Cultura, sancionado por Lula nesta semana

Mecanismo tem sido chamado de 'SUS da Cultura' e promete facilitar o acesso aos financiamentos no segmento

Em meio a crise na Petrobras, governo resolve pagar metade dos dividendos

Em meio a crise na Petrobras, governo resolve pagar metade dos dividendos

Com pagamento de aproximadamente R$ 20 bilhões, União terá direito a R$ 6 bilhões, valor que ajudará na meta fiscal

Haddad repete apelo por ‘pacto’ entre Poderes para cumprimento de metas

Haddad repete apelo por ‘pacto’ entre Poderes para cumprimento de metas

Pacheco, presidente do Senado, declarou a perda de validade de trechos da MP editada pelo governo para elevar receitas

Câmara aprova retrocessos na pauta ambiental e pode fragilizar prevenção

Câmara aprova retrocessos na pauta ambiental e pode fragilizar prevenção

Textos liberam garimpo em reservas, flexibilizam medidas contra incêndios e extinguem taxas que custeiam Ibama

No Brasil, Macron pretende negociar investimentos bilaterais

No Brasil, Macron pretende negociar investimentos bilaterais

Presidente francês passará por 4 cidades em 3 dias a partir da semana que vem; comitiva terá cerca de 140 empresários

Bloqueio no orçamento deve ser de menos de R$ 5 bilhões, diz Haddad a Lula

Bloqueio no orçamento deve ser de menos de R$ 5 bilhões, diz Haddad a Lula

Valor do bloqueio deve ficar em R$ 3 bilhões. Lula comemorou a notícia com os integrantes da equipe econômica

PF diz que Bolsonaro agiu com consciência e pediu falsificação de cartões de vacina

PF diz que Bolsonaro agiu com consciência e pediu falsificação de cartões de vacina

Relatório de inquérito indicia ex-presidente por associação criminosa e inserção de dados falsos em sistema

Governo deve realizar ações para proteção ao meio ambiente na Amazônia

Governo deve realizar ações para proteção ao meio ambiente na Amazônia

Executivo terá de apresentar plano para fiscalização, combate a crimes ambientais, e medidas para reduzir o desmatamento

pt_BRPortuguese