Voltar ao Início

Você está em:

Réveillon 2024 deve movimentar R$ 3 bilhões na economia do Rio

Segundo prefeitura, o montante é 15% maior que em 2023, quando o movimento foi de R$ 2,6 bilhões
Amanda Omura

Amanda Omura

O réveillon de 2024 deve movimentar R$ 3 bilhões na economia carioca, o que representa um aumento de 15% em relação à virada de 2023, quando o movimento foi de R$ 2,6 bilhões.

As estimativas são da Prefeitura do Rio e estão sendo divulgadas junto com o estudo “Réveillon em Dados”, que traz um retrato da segunda festa mais importante para a cidade, atrás apenas do carnaval.

Serão, ao todo, 12 palcos espalhados por 11 pontos da cidade, com mais de 4 milhões de pessoas participando das festas da virada, 2 milhões somente nas areias de Copacabana. O estudo foi realizado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Econômico (SMDUE), em parceria com o Instituto Fundação João Goulart (FJG) e a Riotur – Empresa de Turismo do Município do Rio de Janeiro.

A pesquisa marca a é a primeira edição do “Réveillon em Dados”, pesquisa da Prefeitura do Rio sobre a festa da virada de ano, assim como já tiveram duas edições do “Carnaval de Dados”, estudo sobre a folia carioca.

Para o secretário municipal de Desenvolvimento Urbano e Econômico, Chicão Bulhões, o resultado corrobora o bom ano para a economia da cidade: "A economia do Rio manteve-se bem aquecida o ano todo: nós tivemos o maior Carnaval dos últimos tempos, trouxemos o Web Summit para a cidade e recebemos dezenas de shows internacionais e eventos de negócios. Tudo isso anima o carioca a gastar mais com serviços e atrai turistas nacionais e internacionais, que também aproveitam tudo o que a cidade tem a oferecer", avalia.

Festas privadas
No Réveillon passado, estiveram em Copacabana 2 milhões de pessoas. Nas festas e eventos privados, a expectativa para o Réveillon 2024 é que participem mais de 50 mil pessoas, com a venda de R$ 20 milhões em ingressos. Os dados têm como base informações da Coordenadoria Especial de Promoção de Eventos do Gabinete do Prefeito. Serão, no total, 38 eventos e festas privadas de Réveillon 2024, sendo 42% na Zona Sul e 42% na Barra. Em média, cada festa privada deve ter 1,4 mil pessoas, com a maior parte das pessoas (63%) em festas na Zona Sul carioca.
Avaliação de turistas
Segundo dados da Riotur, 98% dos turistas estrangeiros, 89% dos turistas nacionais e 88% de cariocas e moradores da Região Metropolitana do Rio deram nota acima de 8 para a virada de 2022 para 2023 em Copacabana.

A publicação também mostra que o público na praia de Copacabana é composto por 85% de cariocas e moradores da Região Metropolitana do Rio, 12% de turistas nacionais e 3% dos turistas estrangeiros. Dentre os cariocas, 54% de homens e 46% de mulheres, com 62% até 40 anos. A Argentina é o país com mais turistas estrangeiros, e São Paulo e Minas Gerais são os estados com mais turistas nacionais, sendo que aproximadamente 60% dos turistas ficam 5 dias ou mais na cidade.

Posts Relacionados

‘Fantasia não é convite’: veja dicas de proteção e ações contra assédio no carnaval do Rio

‘Fantasia não é convite’: veja dicas de proteção e ações contra assédio no carnaval do Rio

'Período de muita alegria, mas não de abuso. Todas as leis continuam valendo', diz a comandante da Ronda Maria da Penha

Gastos de turistas no Brasil em 2023 superam ano de Copa e chegam a US$ 6,9 bilhões

Gastos de turistas no Brasil em 2023 superam ano de Copa e chegam a US$ 6,9 bilhões

Até então, recorde havia sido registrado em 2014, quando turistas gastaram US$ 6,8 bilhões

Governo quer diferenciar empresas que são boas pagadoras e fixar regras

Governo quer diferenciar empresas que são boas pagadoras e fixar regras

Segundo Barreirinhas, a proposta também buscará mapear as companhias com benefícios fiscais

Salário mínimo com valor reajustado passa a ser pago a partir desta semana

Salário mínimo com valor reajustado passa a ser pago a partir desta semana

Valor de R$ 1.412 começou a valer em janeiro de 2024, mas só será pago agora, em fevereiro

Com Minha Casa, Minha Vida, financiamento imobiliário pelo FGTS cresce 59%

Com Minha Casa, Minha Vida, financiamento imobiliário pelo FGTS cresce 59%

O total de crédito imobiliário somou 251 bilhões de reais em 2023, representando um aumento de 4%

Poder de compra do brasileiro foi corroído quase que pela metade em 10 anos

Poder de compra do brasileiro foi corroído quase que pela metade em 10 anos

Salário teria que quase dobrar para conseguir adquirir a mesma quantidade de itens que em 2013

Imposto de Renda: quem ganha dois salários mínimos voltará a pagar; entenda por quê

Imposto de Renda: quem ganha dois salários mínimos voltará a pagar; entenda por quê

Segundo os auditores, a retomada da cobrança é consequência do reajuste do salário mínimo

‘Desenrola’ para pequenas empresas deve ser lançado em março e beneficiar milhões de MEIs

‘Desenrola’ para pequenas empresas deve ser lançado em março e beneficiar milhões de MEIs

Márcio França defendeu criação do programa de renegociação de dívidas para pessoas jurídicas

pt_BRPortuguese