Voltar ao Início

Você está em:

Romã na carteira? Lentilha na virada do ano? Saiba a origem de simpatias

A lista de superstições com alimentos vai longe: lentilha simboliza prosperidade; frutas secas e castanhas representam fartura
Amanda Omura

Amanda Omura

A simpatia diz que, na virada do ano, guardar sementes de romã na carteira traz sorte. Há quem prefira as sementes de uva, com o mesmo objetivo. E uma terceira versão inclui folhas de louro no lugar dessas frutas.

A lista de superstições com alimentos vai longe: lentilha simboliza prosperidade; frutas secas e castanhas representam fartura.

Romã é "fruta sagrada"
A romã é consumida pelo ser humano há pelo menos seis mil anos. A fruta veio da região que fica entre o Irã e o Noroeste da Índia.

A bióloga Janie Garcia, da Universidade Federal Fluminense (UFF), conta que a romã foi considerada sagrada por várias religiões, que associavam o alimento à fertilidade: "Para os fenícios, a romã era símbolo de beleza. Os egípcios e romanos a usavam em templos e vestes, como decoração. Na Bíblia, a fruta é citada como símbolo de fartura e fertilidade".

A romã não passou despercebida para os gregos: "Na mitologia grega, ela é dedicad à Hera, deusa das mulheres, do nascimento e do casamento", detalha a pesquisadora.

A fruta é rica em vitaminas, minerais e fibras, e ajuda a controlar o colesterol ruim (LDL). No Brasil, os dados mais recentes do IBGE (de 2017) mostram uma baixa produção da fruta: 280 toneladas. São Paulo é o maior produtor.

Lentilha é rica em nutrientes
A lentilha é da família do grão-de-bico, dos feijões e da ervilha. É um alimento rico em proteínas, vitaminas, minerais (cálcio e ferro) e em fibras.

A produção ainda é inexpressiva no Brasil. O país compra a leguminosa do Canadá, maior produtor mundial.

Castanhas e frutas secas
Assim como a lentilha, as frutas secas são importadas. A uva passa vem da Argentina; o damasco e o figo, da Turquia; as tâmaras secas, da Tunísia.

Já as castanhas são produzidas de Norte a Sul do país, segundo o presidente da Associação Brasileira de Nozes, Castanhas e Frutas Secas (ABNC), José Eduardo Camargo: "No Norte, a maior produção é de castanha-do-brasil; no Nordeste, de castanha do caju. No Centro-Oeste temos a castanha de baru. No Sudeste - em Minas Gerais e São Paulo - há produção de macadâmia e no Sul, de noz-pecã".

Posts Relacionados

Febre aftosa: 16 estados do Brasil e o DF não precisam mais vacinar bovinos contra a doença

Febre aftosa: 16 estados do Brasil e o DF não precisam mais vacinar bovinos contra a doença

Ministério da Agricultura reconheceu que unidades federativas estão livres da doença

Em 9 comunidades Yanomami, 94% dos indígenas têm alto nível de contaminação por mercúrio

Em 9 comunidades Yanomami, 94% dos indígenas têm alto nível de contaminação por mercúrio

Estudo coletou amostras de cabelo de 287 indígenas do subgrupo Ninam, e apontou que todos eles vivem sob exposição

Comissão de Anistia concede 1ª reparação coletiva, e Brasil pede desculpas a indígenas

Comissão de Anistia concede 1ª reparação coletiva, e Brasil pede desculpas a indígenas

Grupo foi perseguido, torturado e expulso de suas terras – crimes reconhecidos pela Comissão Nacional da Verdade

Pacientes buscam assistência jurídica para receber tratamento pelo SUS

Pacientes buscam assistência jurídica para receber tratamento pelo SUS

No Brasil, segundo Ministério da Saúde, 13 milhões de pessoas sofrem com alguma condição rara

Ministério da Saúde amplia vacinação da dengue para mais 154 cidades

Ministério da Saúde amplia vacinação da dengue para mais 154 cidades

Segundo a pasta, distribuição das doses começa a partir da nota técnica que será publicada nesta quarta (27)

Pé-de-Meia: alunos do ensino médio já podem consultar se foram contemplados

Pé-de-Meia: alunos do ensino médio já podem consultar se foram contemplados

Programa é voltado para alunos de 14 a 24 anos, regularmente matriculados no ensino médio da rede pública

Só 3 das 100 cidades mais populosas do país universalizaram saneamento básico

Só 3 das 100 cidades mais populosas do país universalizaram saneamento básico

Maringá (PR), São José do Rio Preto (SP) e Campinas (SP) são as únicas a ter ao menos 99% da população com acesso à água

Casos de tuberculose crescem quase 10% na cidade de SP; alta no estado foi de 7,1%

Casos de tuberculose crescem quase 10% na cidade de SP; alta no estado foi de 7,1%

Em todo o estado foram 20.547 registros oficiais da doença em SP no ano passado

pt_BRPortuguese