Voltar ao Início

Você está em:

Sal rosa do Himalaia, light, refinado: qual o melhor tipo de sal para a saúde?

Nos últimos anos, surgiram diversas opções ao sal de cozinha comum, que prometem uma série de benefícios
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

Nos últimos anos, as prateleiras dos supermercados reservadas aos temperos — e particularmente ao sal — ganharam uma diversidade inédita.

Além da versão refinada (o popular sal de cozinha) e do sal grosso, foram lançados novos produtos, como o sal rosa do Himalaia, o sal light e o sal hipossódico.

Em comum, todas elas prometem trazer benefícios à saúde e ser aliadas na prevenção ou no combate à hipertensão, uma doença extremamente comum que está relacionada a infarto, acidente vascular (AVC) e morte.

Mas será que essas alternativas realmente entregam aquilo que prometem? Especialistas ouvidos pela BBC News Brasil apontam que, mais importante do que escolher um único tipo de sal, a chave está em saber usar o tempero com moderação — e ficar atento aos produtos industrializados que carregam muito desse ingrediente.

Em linhas gerais, o sal light ou hipossódico tem evidências de benefícios à saúde, desde que usado de forma correta.

O mesmo não pode ser dito sobre o sal rosa do Himalaia ou o sal grosso — estudos indicam que a quantidade de sódio neles é similar ao encontrado no sal de cozinha e não há mudanças na pressão arterial quando a pessoa troca o tipo convencional por esses outros.

Sal de cozinha
O médico Weimar Barroso, presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), brinca que, se o sódio fosse descoberto apenas agora, provavelmente ele não seria aprovado para consumo humano.

Especulações à parte, o sal é um elemento importante para o funcionamento do nosso corpo. Ele aparece em quantidades pequenas, mas suficientes para nossa saúde, em muitos alimentos de origem vegetal e animal.

Segundo o Ministério da Saúde, o brasileiro consome uma média de 9,3 gramas de sal por dia.
Enquanto isso, a Organização Mundial de Saúde (OMS) estabelece um limite diário de 5 gramas.
Na prática, isso significa que estamos ingerindo praticamente o dobro daquilo que é considerado aceitável pelos especialistas.

Sal light ou hipossódico
O sal hipossódico é aquele que possui uma redução de 50% no teor de sódio do produto final.

Geralmente, ele é substituído pelo potássio — e o tempero fica com metade de cloreto de sódio, metade de cloreto de potássio.

Há versões com uma diminuição menor na quantidade de sódio. Geralmente, as embalagens delas trazem palavras como "light" ou "rico em potássio".

Uma pesquisa realizada na Austrália e publicada no final de janeiro concluiu que pacientes com hipertensão podem de fato ter benefícios com esse tipo de sal.

Sal rosa e sal grosso
Um dos argumentos de quem defende o uso dessa opção é a quantidade de minerais, ferro e cobre na composição dela.

"Mas trata-se apenas de um sal e é um erro associá-lo a um consumo de micronutrientes, para os quais existem outras fontes mais adequadas", pondera Silva Santos.
Além disso, a quantidade de sódio no sal rosa do Himalaia é praticamente a mesma encontrada no sal refinado.

Posts Relacionados

Mitos e fatos sobre nutrição: o glúten realmente faz mal?

Mitos e fatos sobre nutrição: o glúten realmente faz mal?

O glúten tem sido o vilão: cada vez mais pessoas não toleram o conjunto de proteínas encontrados no trigo e em outros grãos

Como determinar o tamanho ideal das porções de comida para cada pessoa

Como determinar o tamanho ideal das porções de comida para cada pessoa

Além da qualidade dos alimentos, também é importante consumir uma quantidade adequada. Como calcular isso?

Passar protetor solar apenas em algumas partes do rosto traz alerta para saúde

Passar protetor solar apenas em algumas partes do rosto traz alerta para saúde

Prática que visa criar um 'jogo de luz e sombra na pele' ao passar protetor solar apenas em partes do corpo não é recomendada

Por que o álcool é tão perigoso para o cérebro dos jovens

Por que o álcool é tão perigoso para o cérebro dos jovens

O álcool é uma toxina. Seus riscos incluem acidentes, doenças do fígado e muitos tipos de câncer, até em pequenas quantidades

Candidíase em homens: como surge a infecção que causa coceira e manchas

Candidíase em homens: como surge a infecção que causa coceira e manchas

A 'Candida albicans' é um tipo de fungo que normalmente coexiste em equilíbrio na microbiota humana, e faz parte do corpo

Cosméticos: quais substâncias nossa pele consegue ou não absorver

Cosméticos: quais substâncias nossa pele consegue ou não absorver

Marketing traz apelo de várias substâncias com promessas de resultados, mas nem tudo é absorvido pela pele

A teoria do ‘útero errante’ que deu origem ao ultrapassado conceito de histeria

A teoria do ‘útero errante’ que deu origem ao ultrapassado conceito de histeria

Esta crença existiu há mais de 2,4 mil anos, mas o paradigma sobre como o suposto 'animal' afetava o corpo se manteve

Psicóloga incentiva adultos a cuidarem de sua criança interior para superar traumas

Psicóloga incentiva adultos a cuidarem de sua criança interior para superar traumas

Com mais de 8 milhões de seguidores, Nicole Lepera fala sobre como os traumas influenciam a vida adulta em vídeos

pt_BRPortuguese