Voltar ao Início

Você está em:

Os alimentos fundamentais para as crianças até os cinco anos

Nutrição correta nos primeiros 2 mil dias de vida é essencial para o desenvolvimento neurológico e o crescimento
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

O período da vida conhecido como os primeiros 2 mil dias de vida, que vai da concepção até o 5º ano, é um momento crítico para a saúde física, cognitiva, social e emocional das crianças.

Diversos estudos demonstram que tudo o que acontece nesse espaço de tempo pode ter impacto em toda a infância e até na idade adulta.

Especialistas consultados pela BBC News Brasil ressaltaram, em especial, a importância da nutrição correta nesse período.

Leite materno
Até os seis meses de idade, a recomendação dos médicos é o aleitamento materno exclusivo.

Não se deve oferecer nem água ou chá. "O leite materno basta", afirma José Nélio Cavinatto, médico pediatra do Hospital Albert Einstein.

O leite materno é o único que contém anticorpos e outras substâncias capazes de proteger a criança de muitas doenças, como diarreia, infecções respiratórias e alergias, além de reduzir o risco de asma na fase adulta, desenvolver diabetes tipo 2 e obesidade.

Prato saudável
A partir da introdução alimentar, os especialistas afirmam que é preciso passar a prestar atenção na variedade de alimentos e nutrientes consumidos pelas crianças.
Segundo Mônica Moretzsohn, o chamado "esquema do prato saudável" deve ser utilizado no momento de planejar as duas principais refeições do dia, que no Brasil são o almoço e o jantar, e podem servir de guia não somente para a alimentação infantil, mas durante toda a vida.

Legumes e verduras
O primeiro grupo de alimentos que não pode faltar para as crianças – e adultos também – são os legumes e verduras. Segundo os médicos, eles devem compor pelo menos 50% do prato.

A Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda que crianças de 1 a 2 anos consumam 2 porções de cerca de 8 quilocalorias por dia, e que os menores de 2 a 5 anos comam 3 porções de 8 kcal diariamente.

Carnes e ovo
Médico e nutricionistas indicam ainda a presença de uma carne ou ovo nas duas principais refeições das crianças. Esses itens devem representar algo em torno de ⅛ do prato.

Segundo a SBP, crianças de 1 a 3 anos devem comer 2 porções de cerca de 65 quilocalorias de carnes ou ovos ao dia. Entre os pequenos de 4 a 5 a recomendação é de 1 porção de 190 kcal.
As carnes oferecidas podem ser de vaca, frango, porco ou peixe, segundo os especialistas.

Posts Relacionados

Abraço, massagem e mais: contato físico pode ajudar a regular o hormônio do estresse

Abraço, massagem e mais: contato físico pode ajudar a regular o hormônio do estresse

Pesquisadores avaliaram os efeitos do contato físico. Toque é importante não só para bebês, mas também para adultos

‘Esquecer’ é tão importante quanto ‘lembrar’ para a longevidade da memória

‘Esquecer’ é tão importante quanto ‘lembrar’ para a longevidade da memória

Professor da UNESP explica que o cérebro não possui um ‘disco rígido’ onde as nossas lembranças são armazenadas

Pipoca é janta? Entenda quando o alimento é considerado saudável e pode ajudar na dieta

Pipoca é janta? Entenda quando o alimento é considerado saudável e pode ajudar na dieta

Fonte de fibras, a pipoca pode ser combinada com outros itens e formar uma refeição. Também é uma boa opção de lanche

Fibromialgia atinge músculos e ligamentos e afeta até 7 vezes mais as mulheres

Fibromialgia atinge músculos e ligamentos e afeta até 7 vezes mais as mulheres

Pacientes com a doença costumam não ser levados a sério. Mulheres têm seis vezes mais chances de desenvolver a síndrome

Como poluição faz meninas menstruarem precocemente

Como poluição faz meninas menstruarem precocemente

Meninas estão entrando na puberdade mais cedo, possivelmente devido à exposição a poluentes atmosféricos

Mulheres vivem mais do que homens, mas com saúde pior, revela estudo

Mulheres vivem mais do que homens, mas com saúde pior, revela estudo

Pesquisa analisou dados sobre as 20 principais doenças causadoras de morte. Resultado mostra influência de fatores biológicos

Cortisol é mesmo o culpado por seus problemas de saúde?

Cortisol é mesmo o culpado por seus problemas de saúde?

"Hormônio do estresse" ganhou fama de vilão, com vídeos nas redes sociais culpando um suposto desequilíbrio hormonal

Sedentarismo e sobrepeso em crianças afetam o desempenho na escola

Sedentarismo e sobrepeso em crianças afetam o desempenho na escola

Os pesquisadores comprovaram a relação dos exercícios físicos com o desempenho cognitivo dos alunos

pt_BRPortuguese