Voltar ao Início

Você está em:

Pesquisadores estudam tratar depressão com alucinógeno: ‘senti mais alegria’

Britânico Steve participou de experimento pioneiro e contou como é tratar sua depressão com droga alucinógena
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

"Tive uma experiência reveladora mística completa — o grande show psicodélico de luzes e sons multicoloridos."
É assim que o britânico Steve se lembra de sua primeira dose de uma droga alucinógena, a psilocibina, o composto psicodélico encontrado em cogumelos mágicos (ou cogumelos alucinógenos).

A experiência dele fez parte de um ensaio clínico que alguns cientistas estão considerando um grande passo para uma revolução no tratamento da depressão.

Trata-se de um experimento científico complicado pelo fato de a droga ser ilegal no Reino Unido, onde ele é realizado. A psilocibina é uma substância controlada; seu uso é muito estritamente regulamentado.
Ou seja, pelas regras atuais, esse tipo de droga não pode ser usada para fins medicinais. Mas esse experimento, que examinou os cérebros dos participantes após o tratamento com psicodélicos, pintou um retrato físico extraordinário do efeito e da experiência com a psilocibina. As tomografias cerebrais mostraram "mais conectividade" entre diferentes regiões do cérebro.

Os pesquisadores dizem que suas descobertas revelam como os alucinógenos tiram uma pessoa deprimida "de uma rotina de pensamento negativo" — que a psilocibina "reintegra" um cérebro deprimido, tornando-o mais fluido, flexível e conectado.

Cientistas brasileiros também estão pesquisando a psilocibina, assim como outras substâncias que têm origem na natureza, como ibogaína e ayahuasca, além de compostos sintéticos como LSD e MDMA, para tratar depressão e dependência química, como a BBC News Brasil mostrou em reportagem publicada em 2020.
Então, como é ter seu cérebro "reintegrado" por drogas psicodélicas?
"É uma experiência inefável — palavras como as que estamos usando agora não são suficientes", diz Steve à BBC. "Com a primeira dose, senti uma alegria como nunca experimentei — pela primeira vez, pude ser eu mesmo".
Mas a segunda dose do teste, acrescenta ele, foi muito sombria.
Steve, que agora está na casa dos 60 anos, foi diagnosticado com depressão há mais de 30 anos.
Os antidepressivos tradicionais simplesmente não funcionaram para ele.

Essas drogas atuam aumentando os níveis de uma substância química chamada serotonina no cérebro. A serotonina, conhecida como "hormônio da felicidade", é um dos mensageiros químicos que transmitem sinais de uma parte do cérebro para outra; baixos níveis de serotonina têm sido associados à depressão desde a década de 1960.

Posts Relacionados

Fibromialgia atinge músculos e ligamentos e afeta até 7 vezes mais as mulheres

Fibromialgia atinge músculos e ligamentos e afeta até 7 vezes mais as mulheres

Pacientes com a doença costumam não ser levados a sério. Mulheres têm seis vezes mais chances de desenvolver a síndrome

Como poluição faz meninas menstruarem precocemente

Como poluição faz meninas menstruarem precocemente

Meninas estão entrando na puberdade mais cedo, possivelmente devido à exposição a poluentes atmosféricos

Mulheres vivem mais do que homens, mas com saúde pior, revela estudo

Mulheres vivem mais do que homens, mas com saúde pior, revela estudo

Pesquisa analisou dados sobre as 20 principais doenças causadoras de morte. Resultado mostra influência de fatores biológicos

Cortisol é mesmo o culpado por seus problemas de saúde?

Cortisol é mesmo o culpado por seus problemas de saúde?

"Hormônio do estresse" ganhou fama de vilão, com vídeos nas redes sociais culpando um suposto desequilíbrio hormonal

Sedentarismo e sobrepeso em crianças afetam o desempenho na escola

Sedentarismo e sobrepeso em crianças afetam o desempenho na escola

Os pesquisadores comprovaram a relação dos exercícios físicos com o desempenho cognitivo dos alunos

Zolpidem: ‘Pacientes tomam 300 comprimidos por dia’

Zolpidem: ‘Pacientes tomam 300 comprimidos por dia’

O remédio usado no tratamento contra a insônia, disponível no mercado há mais de 30 anos, ganhou protagonismo maior na última década, pela junção de

Como é feita a aplicação do balão intragástrico e para quem é indicado?

A Academia Mineira de Medicina de Minas Gerais alerta para a importância do diagnóstico precoce em casos de complicações com o balão gástrico, procedimento recomendado

O que acontece no seu cérebro quando você navega no celular

O que acontece no seu cérebro quando você navega no celular

Deslizar o dedo pela tela do celular enquanto conferimos fotos e vídeos é um hábito que pode consumir horas das nossas vidas

pt_BRPortuguese