Voltar ao Início

Você está em:

Qual a diferença entre compulsão alimentar e comer emocional

Comer emocional acontece quando, em uma ocasião determinada, se come mais do que se comeria normalmente
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

A modelo Yasmin Brunet, participante do BBB 24, revelou no programa que sofre de "questões alimentares" e, por estar ansiosa, tem descontado na comida.

Esse comportamento de compulsão alimentar, classificado como um transtorno alimentar, faz com que a pessoa coma em grandes quantidades.

Os motivos que desencadeiam um transtorno variam e incluem ansiedade, tentativa de atender a um certo padrão estético ou dietas alimentares com muitas restrições.
No vídeo do seu raio x na manhã de terça-feira (16), a BBB contou que já teve “questões alimentares” e que, no confinamento, tem comido de forma compulsiva.

"Estou totalmente descompensada na alimentação, eu estou muito ansiosa. Eu já tive questões alimentares. Então, eu estou depositando tudo na comida, o que eu pensei que poderia ser assim, mas achei que não seria tão intenso quanto está sendo. Quem tem questões alimentares vai entender isso, você se sente vazio e cheio ao mesmo tempo. E parece que o único momento em que eu não penso, que eu não fico ansiosa é o momento que eu como, mas, logo em seguida, já vem de novo”, disse Yasmin.

Compulsão alimentar x comer emocional
A compulsão alimentar pode ser um episódio esporádico ou pode ser um transtorno de compulsão alimentar.

Segundo a nutricionista comportamental Renata Farrielo, especializada em transtornos alimentares, um episódio de compulsão alimentar é caracterizado pela ingestão de um volume muito maior do que outra pessoa comeria naquela mesma situação, com uma sensação de perda de controle.

Normalmente (mas não sempre), a pessoa come em uma velocidade muito grande. Ou seja, come volume grande de comida num curto espaço de tempo.

Depois, a pessoa fica com uma sensação muito negativa depois.

"É comum pacientes relatarem se sentirem sujos, errados e com sentimentos muito ruins, além do desconforto físico pelo grande volume de comida." — Renata Farrielo, nutricionista comportamental
A compulsão alimentar é diferente do que os especialistas definem como comer emocional. Isso acontece quando em uma festa, evento ou ocasião se come mais do que, normalmente, se comeria. Exemplo: em vez de comer dois brigadeiros, a pessoa come seis. A compulsão se define pelo impulso descontrolado e repetitivo.

Nem todo mundo que tem compulsão tem um transtorno de compulsão alimentar. Os critérios clínicos para o diagnóstico do transtorno são:
A compulsão alimentar ocorre, em média, pelo menos 1 vez por semana por 3 meses;
Os pacientes têm sensação de falta de controle em relação à alimentação;

Além disso, também devem estar presentes ao menos 3 fatores:
Comer muito mais rápido do que o normal;
Comer até se sentir desconfortavelmente cheio;
Comer grandes quantidades de alimento mesmo não sentindo fome;
Comer sozinho por vergonha;
Sentir-se nauseado, deprimido ou culpado depois de comer excessivamente.

Posts Relacionados

‘Esquecer’ é tão importante quanto ‘lembrar’ para a longevidade da memória

‘Esquecer’ é tão importante quanto ‘lembrar’ para a longevidade da memória

Professor da UNESP explica que o cérebro não possui um ‘disco rígido’ onde as nossas lembranças são armazenadas

Pipoca é janta? Entenda quando o alimento é considerado saudável e pode ajudar na dieta

Pipoca é janta? Entenda quando o alimento é considerado saudável e pode ajudar na dieta

Fonte de fibras, a pipoca pode ser combinada com outros itens e formar uma refeição. Também é uma boa opção de lanche

Fibromialgia atinge músculos e ligamentos e afeta até 7 vezes mais as mulheres

Fibromialgia atinge músculos e ligamentos e afeta até 7 vezes mais as mulheres

Pacientes com a doença costumam não ser levados a sério. Mulheres têm seis vezes mais chances de desenvolver a síndrome

Como poluição faz meninas menstruarem precocemente

Como poluição faz meninas menstruarem precocemente

Meninas estão entrando na puberdade mais cedo, possivelmente devido à exposição a poluentes atmosféricos

Mulheres vivem mais do que homens, mas com saúde pior, revela estudo

Mulheres vivem mais do que homens, mas com saúde pior, revela estudo

Pesquisa analisou dados sobre as 20 principais doenças causadoras de morte. Resultado mostra influência de fatores biológicos

Cortisol é mesmo o culpado por seus problemas de saúde?

Cortisol é mesmo o culpado por seus problemas de saúde?

"Hormônio do estresse" ganhou fama de vilão, com vídeos nas redes sociais culpando um suposto desequilíbrio hormonal

Sedentarismo e sobrepeso em crianças afetam o desempenho na escola

Sedentarismo e sobrepeso em crianças afetam o desempenho na escola

Os pesquisadores comprovaram a relação dos exercícios físicos com o desempenho cognitivo dos alunos

Zolpidem: ‘Pacientes tomam 300 comprimidos por dia’

Zolpidem: ‘Pacientes tomam 300 comprimidos por dia’

O remédio usado no tratamento contra a insônia, disponível no mercado há mais de 30 anos, ganhou protagonismo maior na última década, pela junção de

pt_BRPortuguese