Voltar ao Início

Você está em:

Senador aliado de Biden é acusado de receber suborno

Os procuradores estão tentando fazer com que Menendez tenha bens confiscados, incluindo sua casa em Nova Jersey
Amanda Omura

Amanda Omura

O senador norte-americano Robert Menendez, do Partido Democrata do estado de Nova Jersey, e sua esposa foram acusados de crimes de suborno devido a seu relacionamento com três empresários, informaram procuradores federais nesta sexta-feira (22).

Menendez está no Senado desde 2006. Ele é presidente do Comitê de Relações Exteriores do Senado dos EUA e um aliado importante do presidente democrata Joe Biden.

A Procuradoria dos EUA acusou os réus de aceitarem milhares de dólares em subornos em troca do uso do poder e da influência de Menendez como senador para proteger e enriquecer os empresários e beneficiar o governo do Egito.

Os procuradores disseram que o suborno inclui dinheiro, ouro, pagamentos para a hipoteca de uma casa, compensação por um emprego com requisitos mínimos, um veículo de luxo e outros itens de valor.

Menendez e sua esposa, Nadine Menendez, enfrentam três acusações criminais cada um.

A resposta do senador
Menendez afirmou em comunicado que os procuradores descaracterizaram o trabalho legislativo rotineiro.

“Os excessos destes promotores são aparentes, os fatos não são como apresentados", afirmou ele.

Um advogado de Nadine Menendez, casada com o senador desde 2020, disse que ela nega qualquer irregularidade e que “se defenderá vigorosamente” contra as acusações no tribunal.

Menendez já havia sido acusado em Nova Jersey de aceitar voos particulares, contribuições de campanha e outros subornos de um patrono rico em troca de favores oficiais, mas um julgamento de 2017 terminou em um impasse com o júri.

Os procuradores estão tentando fazer com que Menendez tenha bens confiscados, incluindo sua casa em Nova Jersey, uma Mercedes-Benz 2019 e cerca de US$ 566 mil em dinheiro, barras de ouro e fundos de uma conta bancária.

Posts Relacionados

El Salvador se consolida como regime de partido único

El Salvador se consolida como regime de partido único

Apesar da alta popularidade, presidente concentra poderes e anuncia a pulverização da oposição, com controle de 58 das 60 cadeiras

EUA discute sobre a responsabilização das big techs

EUA discute sobre a responsabilização das big techs

Mark Zuckerberg pediu desculpas a familiares de crianças e adolescentes afetadas por conteúdos de exploração sexual infantil

Agricultores impõem ‘cerco’ a Paris em protesto

Agricultores impõem ‘cerco’ a Paris em protesto

Agricultores pressionam governo para recuperar danos causados pela inflação e a guerra, além de políticas prejudiciais ao setor

Começa paralisação na Argentina contra Milei

Começa paralisação na Argentina contra Milei

Ato foi convocado pela maior central sindical do país e tem adesão de funcionários de bancos, comércio, setor bancário e caminhoneiros

Nikki Haley parte para o tudo ou nada contra Trump

Nikki Haley parte para o tudo ou nada contra Trump

Única desafiante ao ex-presidente na disputa republicana, ex-embaixadora da ONU passa a criticá-lo, para tentar reduzir a vantagem dele

Irã e Paquistão abrem diálogo por crise no Oriente

Irã e Paquistão abrem diálogo por crise no Oriente

Nesta semana, Paquistão disse que bombardeou base de grupo separatista em território iraniano, um dia após dizer ter sido atacado Irã

Otan convoca 90 mil soldados para exercício militar

Otan convoca 90 mil soldados para exercício militar

Aliança militar do Ocidente convoca 90 mil soldados de países membros e da Suécia para primeiro exercício militar de 2024

Conflitos se espalham pelo Oriente Médio

Conflitos se espalham pelo Oriente Médio

Israel combate o Hamas e o Hezbollah, aliados do Irã, que apoia também os Houthis, grupo rebelde do Iêmen que ataca navios

pt_BRPortuguese