Voltar ao Início

Você está em:

Senadores querem acordo com a Câmara antes de votar projeto que flexibiliza acesso a armas

Senadores querem garantir que alterações feitas pelo relator, Marcos do Val (Podemos-SE), sejam mantidas por deputados
Amanda Omura

Amanda Omura

O senador Marcos do Val (Podemos-ES), relator do projeto que altera o Estatuto do Desarmamento e flexibiliza o acesso a armas de fogo por caçadores, colecionadores e atiradores, os chamados CACs, decidiu fazer alterações ao parecer apresentado em novembro do ano passado.
As mudanças foram anunciadas nesta quarta-feira (23), durante sessão da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). O projeto enfrenta a resistência de senadores, que temem que a medida possa representar uma liberação ampla para o acesso às armas.
Em meio aos questionamentos, o relator decidiu acatar algumas propostas dos senadores. Ele reviu, por exemplo, trecho do projeto que garantia aos CACs autorização para posse de pelo menos 16 armas.
Parlamentares críticos apontavam que o texto garantia quantitativo mínimo de armas aos CACs, mas não estabelecia um número máximo.
As sugestões aconteceram durante o andamento da comissão e, como o relatório final não chegou a ser formalizado, senadores pediram o adiamento da votação.

Acordo com deputados
Além disso, senadores querem ter a certeza de que as mudanças feitas no texto sejam mantidas na Câmara dos Deputados, para onde o texto será encaminhado após a análise no Senado.
“Há uma desconfiança clara de que lá na Câmara o relatório possa não ser seguido”, afirmou o senador Weverton Rocha (PDT-MA).
Ele propôs que, antes da votação, os senadores conversem com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e com lideranças partidárias, para garantir que as mudanças serão mantidas na versão final do projeto.
Outros senadores concordaram com a sugestão, e o relator disse que será feita essa negociação com os deputados, propondo que o encontro aconteça na segunda semana de março.

Posts Relacionados

STF discute se é necessário apresentar motivo para demissão de empregados públicos

Relator, ministro Alexandre de Moraes, entendeu que estatais não precisam apresentar as razões para a demissão

Toffoli cobra dados sobre atuação da Transparência Internacional na Lava Jato

Toffoli cobra dados sobre atuação da Transparência Internacional na Lava Jato

Ministro do STF diz ser preciso investigar se recursos públicos foram parar na ONG, que nega recebimento

Lula chama evento com Tarcísio em SP de ‘ato civilizatório’, e diz que dará ‘todo apoio’

Lula chama evento com Tarcísio em SP de ‘ato civilizatório’, e diz que dará ‘todo apoio’

Presidente e governador participaram de cerimônia sobre construção de túnel entre Santos e Guarujá

Bolsonaro pode ter recebido informações da Abin após ex-presidente deixar o cargo

Bolsonaro pode ter recebido informações da Abin após ex-presidente deixar o cargo

A suspeita é de que assessores de Carlos Bolsonaro pediam informações para o ex-diretor da Abin, Alexandre Ramagem

Governo estuda prorrogar GLO em portos e aeroportos por 6 meses

Governo estuda prorrogar GLO em portos e aeroportos por 6 meses

As Forças Armadas ganharam poder de polícia nos aeroportos, e nos portos a Marinha passou a monitorar os acessos

Lula conversa com presidente do Equador e oferece ajuda em crise de segurança

Lula conversa com presidente do Equador e oferece ajuda em crise de segurança

Há preocupação no Palácio do Planalto de que a escalada da violência atinja brasileiros que vivem no Equador

CGU conclui que é falso registro de que Bolsonaro teria se vacinado contra a Covid

CGU conclui que é falso registro de que Bolsonaro teria se vacinado contra a Covid

De acordo com a Controladoria, os resultados serão encaminhados às autoridades do estado e do município de São Paulo

Isenção fiscal para líderes religiosos tiraR$ 300 milhões dos cofres públicos

Isenção fiscal para líderes religiosos tiraR$ 300 milhões dos cofres públicos

Suspensão da regra que desonerava líderes religiosos abriu novo capítulo de desgaste com equipe econômica

pt_BRPortuguese