Voltar ao Início

Você está em:

Separatistas de Donetsk retiram civis do território

O líder da região de Donetsk, anunciou que está retirando civis do território e os levando para a Rússia, país vizinho e aliado
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

O líder da região de Donetsk, que se autoproclama uma república, anunciou nesta sexta-feira (18) que está retirando civis do território e os levando para a Rússia, país vizinho e aliado.
Os rebeldes de Donetsk estão em guerra com a Ucrânia desde 2014. Nesta sexta-feira, eles acusaram o governo da Ucrânia de preparar uma invasão, depois que os confrontos aumentaram.
Nesta sexta-feira, "uma partida maciça e centralizada da população para a Federação Russa foi organizada, antes de tudo, mulheres, crianças e idosos devem ser evacuados", declarou Denis Pushilin, um dos líderes dos rebeldes, em um vídeo em sua conta no Telegram.
"O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, muito em breve dará ordem para partir para a ofensiva e lançará um plano para invadir as Repúblicas Populares de Donetsk e Lugansk", disse ele, referindo-se aos dois territórios separatistas.

Governo diz que não pretende atacar
Nesta sexta-feira, ministro ucraniano da Defesa foi ao Parlamento do país e disse que o governo não tem a intenção de executar ofensivas contra os territórios separatistas do leste do país ou da península anexada da Crimeia. "Reforçamos nossa defesa, mas não temos a intenção de executar nenhuma ofensiva contra estes territórios", disse o ministro Oleksiy Reznikov no Parlamento.

Os Estados Unidos e o Reino Unido acusam a Rússia de querer incitar a violência nesses territórios controlados por separatistas pró-Rússia para encontrar uma razão para invadir a Ucrânia, para cujas fronteiras foram enviados cerca de 150 mil soldados.

Ucrânia descarta ofensiva
A Ucrânia não tem a intenção de executar ofensivas contra os territórios separatistas do leste do país ou da península anexada da Crimeia, afirmou nesta sexta-feira (18) o ministro ucraniano da Defesa.

Posts Relacionados

Número de palestinos mortos em Gaza ultrapassa 35 mil

Número de palestinos mortos em Gaza ultrapassa 35 mil

De acordo com o Hamas, já são 35.091 mortos e 78.827 feridos desde outubro, quando Israel declarou guerra ao grupo

Com poucos soldados, Ucrânia vai recrutar presos

Com poucos soldados, Ucrânia vai recrutar presos

A Rússia anunciou que vai fazer exercícios militares com armas nucleares táticas no sul em resposta a supostas ameaças

EUA interromperam envio de bombas para Israel

EUA interromperam envio de bombas para Israel

Foram bloqueadas as entregas de 1.800 bombas de 907 kg e de 1.700 bombas de 226 kg, segundo funcionário do governo

Hamas pede ajuda para barrar avanço de Israel

Hamas pede ajuda para barrar avanço de Israel

Exército israelense entrou na segunda-feira (6) na cidade, que fica no extremo sul de Gaza e é considerada o último refúgio de moradores

Hamas aceita proposta de cessar-fogo

Hamas aceita proposta de cessar-fogo

Israel afirmou que os termos desta proposta foram amenizados pelo Egito e que não pode aceitar os termos do acordo

Desodorante natural ou antitranspirante: qual é mais saudável?

Desodorante natural ou antitranspirante: qual é mais saudável?

Nos últimos anos, tem crescido no mercado a oferta de desodorantes naturais que prometem ser menos agressivos na pele

EUA acusam Rússia de usar armamento químico

EUA acusam Rússia de usar armamento químico

A Rússia declarou que já não possui um arsenal químico militar, mas o país enfrenta pressões para uma transparência maior

Câmara da Argentina aprova Lei de Bases de Milei

Câmara da Argentina aprova Lei de Bases de Milei

A Lei de Bases aprovada é uma nova versão, reduzida, da 'Lei Ómnibus'. Além disso, aprovou-se um novo pacote fiscal

pt_BRPortuguese