Voltar ao Início

Você está em:

Trump pode transformar caso em vantagem?

Talvez Trump possa usar julgamento criminal a seu favor durante as primárias, quando os republicanos mais leais são os mais importantes
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

Donald Trump viveu toda a sua vida como se estivesse tentando provar a teoria de que toda publicidade é boa publicidade. Sua aparição no tribunal nesta terça-feira (4) como réu em um processo criminal promete levar esse clichê ao limite.
Este caso certamente o colocou, novamente, no centro das atenções.

Sua jornada de Mar-a-Lago, sua casa na Flórida, para Nova York foi transmitida ao vivo em várias estações de TV dos Estados Unidos. Aparentemente, ele discutiu com seus assessores sobre como deveria se portar durante o processo judicial - sorrir de forma desafiadora ou parecer sombrio e sério?

Esse episódio no tribunal também será um evento da campanha eleitoral. A grande questão é se Trump pode realmente transformar um processo criminal em vantagem eleitoral.

Desde que o indiciamento contra ele foi anunciado na semana passada, sua campanha tem se vangloriado dos fundos arrecadados (mais de US$ 8 milhões, dizem eles, o equivalente a R$ 40 milhões) e citado pesquisas de opinião que sugerem que sua vantagem sobre os oponentes republicanos na disputa pela indicação presidencial aumentou.

Não está claro se uma figura pública tão conhecida como Trump precisa da clássica fotografia tirada pela polícia - mas Hogan Gidley, seu ex-porta-voz da Casa Branca, declarou brincando que "será a foto mais viril, mais masculina e mais bonita de todos os tempos".

Já é esperado ouvir esse tipo de bravata machista do grupo de Trump. O que é particularmente interessante é observar como os oponentes políticos do ex-presidente dentro do Partido Republicano se sentiram compelidos a defendê-lo.

"A armação do sistema jurídico para promover uma agenda política vira o Estado de direito de cabeça para baixo", disse Ron DeSantis, governador da Flórida. Ele afirmou ainda que não ajudaria se houvesse um pedido de extradição de Trump da Flórida para Nova York.

O ex-vice-presidente de Trump, Mike Pence, disse que o indiciamento enviou uma "mensagem terrível" ao mundo sobre a Justiça americana.

Posts Relacionados

Milei se encontra com Elon Musk e oferece apoio

Milei se encontra com Elon Musk e oferece apoio

Presidente da Argentina, Milei ofereceu apoio a Musk nos processos da Justiça brasileira em que o bilionário está sendo investigado

México pede suspensão do Equador na ONU

México pede suspensão do Equador na ONU

O objetivo da denúncia mexicana é "garantir a reparação do dano moral infligido ao Estado mexicano e a seus cidadãos", disse a ministra

Netanyahu diz que já tem data para atacar Rafah

Netanyahu diz que já tem data para atacar Rafah

Ele não deu mais detalhes. Pouco depois, o Departamento de Estado dos Estados Unidos disse que não foi informado sobre os planos

Terremoto de 4,8 de magnitude atinge Nova York

Terremoto de 4,8 de magnitude atinge Nova York

A profundidade do terremoto, de acordo com a USGS, foi de 5 quilômetros abaixo da superfície -- uma profundidade considerada baixa

Blinken diz que Ucrânia vai ser membro da Otan

Blinken diz que Ucrânia vai ser membro da Otan

Ele também afirmou que apoiar a Ucrânia é importante porque os russos estão recebendo ajuda para aumentar sua indústria de defesa

Pressionado, Netanyahu endurece o discurso

Pressionado, Netanyahu endurece o discurso

O primeiro-ministro de Israel é pressionado pela antecipação de eleições gerais e pela crise deflagrada em sua coligação extremista

Ataque destrói consulado iraniano na Síria

Ataque destrói consulado iraniano na Síria

A Guarda Revolucionária do Irã anunciou que sete de seus membros, entre eles três comandantes, morreram no bombardeio

Na Faixa de Gaza, 12 pessoas morrem afogadas

Na Faixa de Gaza, 12 pessoas morrem afogadas

Os Estados Unidos optaram por jogar caixas de aviões porque há dificuldades para entrar com caminhões na Faixa de Gaza

pt_BRPortuguese