Voltar ao Início

Você está em:

Você conhece as propostas de Lula e Bolsonaro para o meio ambiente?

Promessas foram retiradas de programas de governo, entrevistas, debates e agendas de campanha
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

Lula (PT) e Jair Bolsonaro (PL) vão disputar o 2º turno das eleições em 30 de outubro. Durante suas campanhas políticas, os candidatos vêm abordando questões relacionadas ao meio ambiente, como o desmatamento.
Números recentes fornecidos pelo próprio governo federal mostram que é preciso frear o aumento da devastação verificado sob a gestão de Jair Bolsonaro. Os alertas de desmatamento na Amazônia voltaram a subir na atual temporada. No acumulado de 2022, as áreas de alerta de desmatamento já somam 8.590 km².

Lula (PT)
Em seu plano de governo, Lula diz que irá combater o desmatamento ilegal e irá conservar todos os biomas brasileiros. Também pretende cumprir as metas assumidas na Conferência de 2015 em Paris e garantir a transição energética.
O documento defende que o governo federal seja "protagonista" dessa transição e se compromete a adotar políticas para incentivar o corte da emissão de gases de efeito estufa, a sustentabilidade nas atividades produtivas e a redução do desmatamento da Amazônia.

Política ambiental
"A política ambiental será tratada de forma transversal, ou seja, todos os ministros terão obrigação com a questão climática. O desmatamento, a gente vai bloquear. As nossas fronteiras, a gente vai tomar conta dela para combater o narcotráfico. Obviamente que isso não pode acontecer em 24 horas, porque você tem que estruturar."
"Quero dizer a vocês [indígenas] que a boiada não vai passar mais. Porque nós temos que criar na sociedade brasileira a consciência de que a manutenção da floresta em pé é mais saudável e rentável do que tentar derrubar árvore para plantar soja, milho, cana, ou para criar gado."

Jair Bolsonaro (PL)
Em seu plano, o candidato Jair Bolsonaro diz que o propósito central de um eventual segundo mandato é "promover a conservação e uso dos recursos naturais" e defende conciliar "a preservação do meio ambiente com o desenvolvimento econômico e social". A política ambiental adotada durante o governo de Bolsonaro é criticada dentro e fora do Brasil. O país também registrou aumento do desmatamento.

Agropecuária e pesca
Continuar o programa de efetivar titularização de terras agrícolas. “Queremos que vocês tenham independência do Executivo, que vocês tenham cada vez mais liberdade para trabalhar e produzir para nossa pátria. Fizemos pouco, mas fizemos o possível.

Posts Relacionados

Lula busca apoio de governadores e religiosos para manter veto a PL da ‘saidinha’

Lula busca apoio de governadores e religiosos para manter veto a PL da ‘saidinha’

Governo quer influenciar posição da bancada religiosa no Congresso e apelar para governadores sobre risco de crises

Lula quer lançar crédito para permitir que inscritos no CadÚnico possam empreender

Lula quer lançar crédito para permitir que inscritos no CadÚnico possam empreender

A expectativa é que nessa linha de crédito as taxas de juros sejam a metade do que o Pronampe cobra

PL das redes sociais pode entrar na pauta do Colégio de Líderes esta semana

PL das redes sociais pode entrar na pauta do Colégio de Líderes esta semana

Orlando Silva tenta colocar projeto na pauta da Câmara, mas diz que tema polêmico e lobby das "big techs" atrapalham

O que é o Sistema Nacional de Cultura, sancionado por Lula nesta semana

O que é o Sistema Nacional de Cultura, sancionado por Lula nesta semana

Mecanismo tem sido chamado de 'SUS da Cultura' e promete facilitar o acesso aos financiamentos no segmento

Em meio a crise na Petrobras, governo resolve pagar metade dos dividendos

Em meio a crise na Petrobras, governo resolve pagar metade dos dividendos

Com pagamento de aproximadamente R$ 20 bilhões, União terá direito a R$ 6 bilhões, valor que ajudará na meta fiscal

Haddad repete apelo por ‘pacto’ entre Poderes para cumprimento de metas

Haddad repete apelo por ‘pacto’ entre Poderes para cumprimento de metas

Pacheco, presidente do Senado, declarou a perda de validade de trechos da MP editada pelo governo para elevar receitas

Câmara aprova retrocessos na pauta ambiental e pode fragilizar prevenção

Câmara aprova retrocessos na pauta ambiental e pode fragilizar prevenção

Textos liberam garimpo em reservas, flexibilizam medidas contra incêndios e extinguem taxas que custeiam Ibama

No Brasil, Macron pretende negociar investimentos bilaterais

No Brasil, Macron pretende negociar investimentos bilaterais

Presidente francês passará por 4 cidades em 3 dias a partir da semana que vem; comitiva terá cerca de 140 empresários

pt_BRPortuguese