Voltar ao Início

Você está em:

Zelensky lança ‘vaquinha’ para reconstruir Ucrânia

Nesta quinta-feira (5), Presidente da Ucrânia disse já ter recebido US$ 12 bi de ajuda externa, mas perdas até agora passam de US$ 60 bi
Amanda Omura

Amanda Omura

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, lançou nesta quinta-feira (5) uma campanha mundial de coleta de fundos para ajudar seu país. Segundo ele, o dinheiro arrecadado será usado para “vencer a guerra” contra a Rússia e reconstruir as infraestruturas danificadas pelo conflito.
"Em apenas um clique, você pode doar fundos para ajudar nossos defensores, salvar nossos civis e reconstruir a Ucrânia", declarou Zelensky, em inglês, em um vídeo publicado em sua conta no Twitter.

Ele também anunciou o lançamento da plataforma United24, por onde podem ser feitas as contribuições. "Cada doação conta para a vitória", disse.
"Apenas juntos temos o potencial de parar a guerra e reconstruir o que a Rússia destruiu", insistiu Zelensky, antes de afirmar que a Ucrânia “vai se lembrar para sempre” das contribuições.

Segundo o presidente, "todos os fundos serão transferidos ao banco nacional da Ucrânia e atribuídos aos Ministérios relevantes". Zelensky insistiu que seu governo apresentará uma atualização a "cada 24 horas" sobre como o dinheiro estará sendo usado.

O site da plataforma (u24.gov.ua) explica que os fundos serão distribuídos para atender às necessidades do país em termos de “defesa”, “assistência médica” e “reconstrução da Ucrânia”.

Conferência internacional de doadores
O lançamento da “vaquinha mundial” para ajudar a Ucrânia foi feito pelo chefe de Estado no mesmo dia em que a comunidade internacional reiterou seu apoio financeiro a Kiev. Segundo o primeiro-ministro polonês, Mateusz Morawiecki, a conferência dos doadores para a Ucrânia, organizada em Varsóvia nesta quinta-feira (5), já reuniu US$ 6,5 bilhões (cerca de R$ 32,5 bilhões) em promessas de doações.
“Vocês não estão sozinhos. Estamos com vocês”, declarou o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, na abertura do encontro presidido pela Polônia e a Suécia, em parceria com a União Europeia e a participação das Nações Unidas.

Posts Relacionados

Terremoto de 4,8 de magnitude atinge Nova York

Terremoto de 4,8 de magnitude atinge Nova York

A profundidade do terremoto, de acordo com a USGS, foi de 5 quilômetros abaixo da superfície -- uma profundidade considerada baixa

Blinken diz que Ucrânia vai ser membro da Otan

Blinken diz que Ucrânia vai ser membro da Otan

Ele também afirmou que apoiar a Ucrânia é importante porque os russos estão recebendo ajuda para aumentar sua indústria de defesa

Pressionado, Netanyahu endurece o discurso

Pressionado, Netanyahu endurece o discurso

O primeiro-ministro de Israel é pressionado pela antecipação de eleições gerais e pela crise deflagrada em sua coligação extremista

Ataque destrói consulado iraniano na Síria

Ataque destrói consulado iraniano na Síria

A Guarda Revolucionária do Irã anunciou que sete de seus membros, entre eles três comandantes, morreram no bombardeio

Na Faixa de Gaza, 12 pessoas morrem afogadas

Na Faixa de Gaza, 12 pessoas morrem afogadas

Os Estados Unidos optaram por jogar caixas de aviões porque há dificuldades para entrar com caminhões na Faixa de Gaza

Rússia e China vetam proposta dos EUA de cessar-fogo

Rússia e China vetam proposta dos EUA de cessar-fogo

Ao justificar seu voto, o embaixador da Rússia na ONU, Vassily Nebenzia, acusou os Estados Unidos de falsas promessas

Regime cubano tenta aplacar a ira da população

Regime cubano tenta aplacar a ira da população

As manifestações populares foram contidas pela repressão policial, em sincronia com o bloqueio imediato do serviço de internet

O que esperar do triunfo eleitoral de Putin?

O que esperar do triunfo eleitoral de Putin?

Presidente russo usará reeleição com supostos 87,2% dos votos como demonstração da unidade nacional para prolongar guerra

pt_BRPortuguese