Voltar ao Início

Você está em:

Acampamentos de bolsonaristas radicais foram desmantelados em todas as capitais

Ministro Alexandre de Moraes determinou o fim dos acampamentos após golpistas depredarem prédios dos Três Poderes
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

Os acampamentos golpistas que estavam em atividade desde novembro foram desmontados em todas as capitais do país. A maioria das aglomerações de bolsonaristas acabaram ainda nesta segunda-feira (9), e algumas delas, como nas cidades do Recife e Cuiabá, na manhã desta terça-feira (10).

A ordem para a desmobilização foi dada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, após terroristas apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) invadirem e depredarem o Congresso Nacional, o Supremo Tribunal Federal e o Palácio do Planalto, sedes dos Três Poderes.

No texto, Moraes ordena a "prisão em flagrante de seus participantes pela prática de crimes" e afirma que as operações deverão ser realizadas pelas polícias militares, "com apoio da Força Nacional e Polícia Federal se necessário".

Aracaju
As últimas estruturas do acampamento de bolsonaristas radicais foram retiradas da praça na entrada do 28º Batalhão de Caçadores em Sergipe na tarde desta segunda-feira (9). O local foi ocupado por bolsonaristas radicais por cerca de 60 dias.

Belo Horizonte
O desmonte do acampamento em frente ao quartel do Exército na Avenida Raja Gabaglia, um dos acessos à capital, ocorreu na última sexta-feira (6), dois dias antes dos atos terroristas em Brasília.

Belém
Uma ação conjunta das polícias federal e Militar e da prefeitura retirou os bolsonaristas extremistas que estavam em frente ao 2º Batalhão de Infantaria e Selva, em Belém. Cinco pessoas foram presas em flagrante e levadas para a sede da Polícia Federal por resistirem ao desmonte do acampamento.

Brasília
O acampamento erguido há dois meses por bolsonaristas radicais em frente ao Quartel-General do Exército amanheceu vazio nesta terça-feira (10). Dele, só restou muito lixo entre barracas e cadeiras deixadas para trás pelos golpistas. O local foi o principal ponto de apoio para a invasão aos prédios públicos na Praça dos Três Poderes.

Boa Vista
Bolsonaristas que ocupavam a frente do 7º Batalhão de Infantaria de Selva, em Boa Vista, deixaram o acampamento golpista nesta segunda-feira (9). Por volta de 13h (horário local) de ontem não havia mais ninguém em frente ao quartel, que fica no Bairro 13 de Setembro, Zona Sul.

Posts Relacionados

Número de refugiados no Brasil aumenta 117% em 2023; venezuelanos e cubanos são maioria

Número de refugiados no Brasil aumenta 117% em 2023; venezuelanos e cubanos são maioria

Apenas no ano passado, 77.193 novas pessoas foram reconhecidas refugiadas pelo governo brasileiro

Senado deve votar regulamentação de cigarro eletrônico, apesar de Anvisa ter vetado

Senado deve votar regulamentação de cigarro eletrônico, apesar de Anvisa ter vetado

Senadores favoráveis argumentam que medida vai estabelecer regras para fiscalizar produto que é comercializado clandestinamente

Rodoviária de Porto Alegre reabre após ficar um mês fechada durante enchente

Rodoviária de Porto Alegre reabre após ficar um mês fechada durante enchente

Viagens interestaduais devem ser retomadas a partir do dia 13 de junho, de acordo com o governo do estado

Justiça proíbe derrubada de muro que dificulta acesso à praia no Pontal de Maracaípe

Justiça proíbe derrubada de muro que dificulta acesso à praia no Pontal de Maracaípe

Agência Estadual de Meio Ambiente deve comprovar se construção foi feita dentro do terreno privado

Nova carteira de identidade: três estados ainda não emitem documento

Nova carteira de identidade: três estados ainda não emitem documento

Previsão é de que Bahia, Roraima e Amapá comecem a emitir nova carteira de identidade ainda em junho

Litoral brasileiro: PEC das Praias pode ‘privatizar’ terrenos à beira-mar

Litoral brasileiro: PEC das Praias pode ‘privatizar’ terrenos à beira-mar

O texto no Senado foi discutido numa audiência pública. Ainda está longe de ser analisado por comissões e pelo plenário

Plano com metas da educação ‘caduca’ em julho; congresso deve prorrogar o atual

Plano com metas da educação ‘caduca’ em julho; congresso deve prorrogar o atual

Plano Nacional de Educação determina diretrizes, objetivos e estratégias para a política educacional a cada 10 anos

Enem 2024: inscrições começam nesta segunda; confira o cronograma completo

Enem 2024: inscrições começam nesta segunda; confira o cronograma completo

Todos os candidatos interessados em participar do Enem 2024 devem se inscrever. Provas serão aplicadas em 3 e 10 de novembro

pt_BRPortuguese