Voltar ao Início

Você está em:

Auxílio Brasil de R$ 600 é considerado insuficiente por mais da metade dos beneficiários

Maioria do eleitorado (61%) acredita que pacote de benefícios foi criado para ganhar votos
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

Pesquisa Datafolha divulgada pelo site do jornal "Folha de S. Paulo" nesta segunda-feira (1º) aponta que mais da metade dos beneficiários do Auxílio Brasil considera o valor de R$ 600 insuficiente.

A quantia mínima do benefício foi ampliada em R$ 200 pelo Congresso, mas o acréscimo só será pago de agosto até dezembro deste ano.

De acordo com o instituto, entre os que recebem o benefício, 54% consideram o valor insuficiente, 38% classificam como suficiente e 8% como mais que suficiente.

Já no eleitorado geral, 56% consideram o valor insuficiente, enquanto 36% dizem que é suficiente e 7% afirmam que o montante é mais que suficiente.

A pesquisa ouviu 2.566 eleitores nos dias 27 e 28 de julho em 183 cidades brasileiras. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos.

Em uma pesquisa em maio, em que os entrevistados foram perguntados do valor do benefício — na época em R$ 400 —, 69% dos beneficiários afirmaram que o valor era insuficiente, 29% disseram que era suficiente e 2% afirmaram que era mais que suficiente.

Ainda segundo o levantamento, 25% dos entrevistados recebem ou moram com um beneficiário do programa. Em maio, eram 21%. A maior parte dos beneficiários (63%) são mulheres.

Maioria vê movimento eleitoreiro
Questionados sobre os motivos que levaram o governo a oferecer pacote de benefícios programados para acabar no final do ano, 61% dos eleitores afirmaram que o principal motivo é ganhar votos para o presidente Jair Bolsonaro (PL).

Outros 31% disseram que era para ajudar quem está precisando, enquanto 6% disseram que era para ganhar votos e ajudar quem está precisando. Não souberam responder 2% dos entrevistados.

Além do acréscimo no Auxílio Brasil, a PEC aprovada pelo Congresso com o apoio do governo também aumentou o valor do Auxílio Gás e criou benefícios para taxistas e caminhoneiros.

Entre os beneficiários do programa, 59% veem um movimento eleitoral e 32% dizem que é para ajudar quem precisa.

Os números se invertem quando o instituto faz um recorte entre os que apoiam o governo. Neste grupo, 20% veem o pacote como um movimento para ganhar votos e 68% dizem que é para ajudar os mais pobres.

Entre os que reprovam o governo, 87% dizem que é para ganhar votos e 9% para ajudar quem precisa. Os mais jovens, de 16 a 24 anos, também veem majoritariamente (69%) o pacote com o objetivo eleitoreiro.

Posts Relacionados

Brasil precisa importar arroz? Por que o preço subiu mais de 20% em um ano?

Brasil precisa importar arroz? Por que o preço subiu mais de 20% em um ano?

País produz menos do que consome e supre demanda com importações e estoques de colheitas anteriores

FGTS corrigido pela inflação: veja simulação e entenda o que muda para o trabalhador

FGTS corrigido pela inflação: veja simulação e entenda o que muda para o trabalhador

Para especialista, medida vai garantir maior proteção aos rendimentos do trabalhador

Rede de postos anuncia reajuste no preço da gasolina, diesel e etanol

Rede de postos anuncia reajuste no preço da gasolina, diesel e etanol

A distribuidora diz que cabe aos revendedores decidir sobre o preço dos combustíveis na bomba

Por que cada vez mais brasileiros estão pedindo demissão?

Por que cada vez mais brasileiros estão pedindo demissão?

Dados do Ministério do Trabalho revelam que 7,3 milhões de brasileiros pediram demissão em 2023

Temu: varejista concorrente da Shopee e AliExpress inicia vendas no Brasil

Temu: varejista concorrente da Shopee e AliExpress inicia vendas no Brasil

Empresa de comércio eletrônico chega um dia após o Senado aprovar a chamada "taxa das blusinhas"

Governo divulga rótulo do arroz que será importado; pacote de 5 kg será vendido por R$ 20

Governo divulga rótulo do arroz que será importado; pacote de 5 kg será vendido por R$ 20

Governo vai comprar 300 mil toneladas e as primeiras vão chegar entre 10 de junho e 8 de setembro

Turismo internacional tem melhor abril da história com entrada de US$ 620 milhões

Turismo internacional tem melhor abril da história com entrada de US$ 620 milhões

Valor gasto por visitantes de outros países para o mês cresceu de 37,1% em relação a abril de 2023

Desemprego vai a 7,5% no trimestre terminado em abril, diz IBGE

Desemprego vai a 7,5% no trimestre terminado em abril, diz IBGE

Desocupação atinge 8,2 milhões. É o melhor resultado para este trimestre móvel desde 2014

pt_BRPortuguese