Voltar ao Início

Você está em:

Chuvas no RS: setor produtivo divulga primeiros balanços de prejuízos

Ainda sem dados mais robustos, entidades calculam impactos preliminares do desastre
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

Além de deixar milhares de desabrigados e centenas de mortos, feridos e desaparecidos, as enchentes que assolam o Rio Grande do Sul acertaram em cheio o setor produtivo. Mais de 10 dias após o início das cheias, os balanços divulgados por entidades dão a primeira dimensão dos impactos da tragédia.

O governador do estado, Eduardo Leite (PSDB), afirmou na última quinta-feira (9) que serão necessários cerca de R$ 19 bilhões no médio e no longo prazo para reerguer o Rio Grande do Sul após as enchentes. Há também um pacote de apoio do governo federal.

Balanço da indústria
Em relatório publicado na última quarta-feira (8), a Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (Fiergs) estima que as cheias atingiram 80% da atividade econômica do estado. Ao todo, o desastre afetou 67,6% dos municípios gaúchos, segundo cálculos da entidade.

O documento também destaca que as perdas econômicas são inestimáveis até agora e aponta os principais polos industriais e segmentos atingidos no estado. São eles:
Produção nos segmentos metalmecânico (veículos, máquinas, produtos de metal) e móveis, na Região da Serra;
Produção nos segmentos metalmecânico (veículos, autopeças, máquinas), derivados do petróleo e alimentos, na Região Metropolitana de Porto Alegre;
Produção no segmento de calçados, na Região do Vale dos Sinos;
Produção nos segmentos de alimentos (carnes, massas) e tabaco, na Região do Vale do Rio Pardo;
Produção nos segmentos de alimentos (carnes), calçados e químicos, na Região do Vale do Taquari.

De acordo com a Fiergs, além dos "danos gigantescos de capital", os problemas logísticos devem afetar de forma significativa todas as cadeias econômicas do estado.

Balanço do comércio
Segundo a federação, os danos patrimoniais às famílias chegam a R$ 1,7 bilhão em um cenário intermediário (ou seja, menos pessimista). No pior cenário, com impactos mais fortes, a estimativa é que os gaúchos acumulem R$ 2,3 bilhões em perdas.

A entidade também destaca grandes prejuízos nos ativos das empresas e em infraestrutura e ressalta a obstrução da atividade econômica, que pode interromper a capacidade produtiva de inúmeras companhias e localidades por mais de um mês.

A entidade também destaca grandes prejuízos nos ativos das empresas e em infraestrutura e ressalta a obstrução da atividade econômica, que pode interromper a capacidade produtiva de inúmeras companhias e localidades por mais de um mês.

"O setor que possui maior concentração de produção nos municípios atingidos é o de serviços. Isso ocorre pelo fato de as enchentes terem atingido em cheio áreas metropolitanas, incluindo a capital, Porto Alegre, que possuem renda média e densidade urbana mais elevadas", pontuou a entidade.

Posts Relacionados

Prejuízos na agropecuária causados pelas chuvas no RS ultrapassam R$ 2,5 bilhões

Prejuízos na agropecuária causados pelas chuvas no RS ultrapassam R$ 2,5 bilhões

Os prejuízos causados pelas chuvas no Rio Grande do Sul no campo já ultrapassam R$ 2,5 bilhões, informou nesta sexta-feira (17) a Confederação Nacional de

Arroz importado por governo será vendido ao consumidor por até R$ 4 o quilo

Arroz importado por governo será vendido ao consumidor por até R$ 4 o quilo

O arroz que o governo vai importar para segurar o preço do grão no Brasil será vendido ao consumidor por, no máximo, R$ 4 o

Projeto de R$ 1 bilhão prevê aumentar volume de transporte de carga aérea

Projeto de R$ 1 bilhão prevê aumentar volume de transporte de carga aérea

Parceria entre multinacional de logística e companhia aérea terá quatro aviões cargueiros exclusivos

Chuvas no RS: setor produtivo divulga primeiros balanços de prejuízos

Chuvas no RS: setor produtivo divulga primeiros balanços de prejuízos

Ainda sem dados mais robustos, entidades calculam impactos preliminares do desastre

IPCA: preços sobem 0,38% em abril, puxados por medicamentos e alimentos

IPCA: preços sobem 0,38% em abril, puxados por medicamentos e alimentos

Resultado veio acima das expectativas do mercado financeiro, que esperavam alta de 0,35% no mês

Câmara aprova projeto que incentiva geração de energia solar para atender baixa renda

Câmara aprova projeto que incentiva geração de energia solar para atender baixa renda

A proposta visa garantir o acesso à eletricidade para famílias em situação de vulnerabilidade social

Embraer aposta em conversão de aviões comuns em cargueiros para crescer no mercado

Embraer aposta em conversão de aviões comuns em cargueiros para crescer no mercado

De acordo com a Embraer, apesar do prejuízo líquido de R$ 63 milhões, esse resultado é otimista

Setor de máquinas agrícolas fatura 35% menos no trimestre, mas espera recuperação

Setor de máquinas agrícolas fatura 35% menos no trimestre, mas espera recuperação

Resultado é fruto de seca no campo, taxas elevadas e falta de créditos do governo no atual ciclo

pt_BRPortuguese