Voltar ao Início

Você está em:

Toda salada faz bem? Má higienização e excesso de tempero podem ser prejudiciais

Apesar de contribuir para uma alimentação mais saudável, os vegetais crus, se mal higienizados, podem trazer problemas à saúde
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

É unanimidade que comer salada torna o prato mais saudável. Além de deixar o prato mais colorido, os vegetais agregam valores nutricionais à refeição, especialmente por conta das fibras.

E o brasileiro tem investido nesse hábito: a frequência de consumo de salada cresceu entre 2002 e 2018 no Brasil, superando os 20%, de acordo com a mais nova Pesquisa de Orçamentos Familiares do IBGE.

Apesar de contribuir para uma alimentação mais saudável, os vegetais crus, se mal higienizados, podem trazer problemas à saúde.

A salada melhora a digestão?
Sim! Por ser rica em fibras, a salada é essencial para o bom funcionamento do intestino.

As hortaliças fazem parte dos chamados alimentos in natura, isto é, alimentos minimamente processados. De acordo com o Guia Alimentar para a População Brasileira, são aqueles obtidos diretamente de plantas ou animais – como folhas, frutos, ovos e leite.

Ainda segundo a pesquisa do IBGE, quase metade das calorias consumidas nos lares brasileiros vem desse tipo de alimento.

Entre os principais benefícios da ingestão de salada estão:
Bom funcionamento do intestino, uma vez que os vegetais e folhas são fontes de fibras
Melhora na digestão
Melhora no funcionamento geral do organismo, já que as saladas são ricas em sais minerais e vitaminas

Optar por comer a salada antes do prato principal é uma boa opção para permitir que o corpo tenha tempo necessário para digerir melhor os alimentos. Além disso, o consumo antes do prato faz com que não se coma mais do que o necessário.

Salada mal higienizada por causar doenças?
Sim. Um dos principais pontos que se deve ter atenção quando se come salada é a higienização. Uma pesquisa realizada pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP) aponta que até as saladas que são pré-higienizadas podem conter bactérias que causam doenças.

Essa opção muitas vezes é considerada mais prática para o dia a dia, por conter hortaliças já higienizadas e cortadas. Mas os nutricionistas alertam que, mesmo nesses casos, é preciso higienizar os vegetais.

Consumir vegetais sem higienização pode causar problemas como gastroenterite, diarreia, vômito mal-estar, mas também podem levar a formas mais graves dessas doenças.

Colocar muito tempero na salada faz mal?
Depende. Se por um lado o excesso de sal é o grande vilão quando se ingere legumes e verduras, utilizar óleos vegetais em certa quantidade pode ser extremamente benéfico.

O presidente da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN), Durval Ribas Filho, explica que é importante usar os condimentos com moderação.

"Junto com a pimenta, em molho, não in natura, grandes quantidades de sal são prejudiciais porque promovem um aumento na irritabilidade gástrica. Isso gera uma predisposição à gastrite e, em casos mais graves, até câncer", detalha Durval Ribas Filho.

O alto consumo de sal pode trazer sérios problemas à saúde como hipertensão, aumento no risco de infarto, AVC e insuficiência renal.

Posts Relacionados

‘Esquecer’ é tão importante quanto ‘lembrar’ para a longevidade da memória

‘Esquecer’ é tão importante quanto ‘lembrar’ para a longevidade da memória

Professor da UNESP explica que o cérebro não possui um ‘disco rígido’ onde as nossas lembranças são armazenadas

Pipoca é janta? Entenda quando o alimento é considerado saudável e pode ajudar na dieta

Pipoca é janta? Entenda quando o alimento é considerado saudável e pode ajudar na dieta

Fonte de fibras, a pipoca pode ser combinada com outros itens e formar uma refeição. Também é uma boa opção de lanche

Fibromialgia atinge músculos e ligamentos e afeta até 7 vezes mais as mulheres

Fibromialgia atinge músculos e ligamentos e afeta até 7 vezes mais as mulheres

Pacientes com a doença costumam não ser levados a sério. Mulheres têm seis vezes mais chances de desenvolver a síndrome

Como poluição faz meninas menstruarem precocemente

Como poluição faz meninas menstruarem precocemente

Meninas estão entrando na puberdade mais cedo, possivelmente devido à exposição a poluentes atmosféricos

Mulheres vivem mais do que homens, mas com saúde pior, revela estudo

Mulheres vivem mais do que homens, mas com saúde pior, revela estudo

Pesquisa analisou dados sobre as 20 principais doenças causadoras de morte. Resultado mostra influência de fatores biológicos

Cortisol é mesmo o culpado por seus problemas de saúde?

Cortisol é mesmo o culpado por seus problemas de saúde?

"Hormônio do estresse" ganhou fama de vilão, com vídeos nas redes sociais culpando um suposto desequilíbrio hormonal

Sedentarismo e sobrepeso em crianças afetam o desempenho na escola

Sedentarismo e sobrepeso em crianças afetam o desempenho na escola

Os pesquisadores comprovaram a relação dos exercícios físicos com o desempenho cognitivo dos alunos

Zolpidem: ‘Pacientes tomam 300 comprimidos por dia’

Zolpidem: ‘Pacientes tomam 300 comprimidos por dia’

O remédio usado no tratamento contra a insônia, disponível no mercado há mais de 30 anos, ganhou protagonismo maior na última década, pela junção de

pt_BRPortuguese