Voltar ao Início

Você está em:

Final da Copa do Mundo terá dois camisas 10 do mesmo time pela primeira vez

Messi e Mbappé, colegas de Paris Saint-Germain, se enfrentam na final do próximo domingo, entre Argentina e França
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

A final da Copa do Mundo 2022, além de colocar frente a frente os dois principais destaques individuais da competição, terá algo inédito na história do torneio. Pela primeira vez, os dois camisas 10 em campo serão companheiros de time: Messi e Mbappé.

Argentina e França se enfrentam às 12h (de Brasília) deste domingo, no Lusail. As duas seleções têm até o momento dois títulos cada, atrás de Brasil, com cinco, e Itália e Alemanha, com quatro.
Messi vai para sua segunda final, mas em 2014 ainda defendia o Barcelona. Mbappé, campeão em 2018, já defendia o PSG quando venceu a Croácia na Rússia. O curioso é que nenhum dos dois é o 10 no clube: Neymar é o dono da camisa, enquanto o francês usa a 7 e o argentino veste a 30.
Os dois passaram a ser companheiros na temporada 2021/22. Até o momento, pelo PSG, fizeram 48 jogos, com 34 vitórias, 10 empates e quatro derrotas. Será a quarta vez em que se enfrentarão - a segunda em Copas -, e Messi ainda não conseguiu vencer. Veja abaixo:
França 4 x 3 Argentina - Oitavas da Copa do Mundo - 30/06/2018
Barcelona 1 x 4 PSG - Oitavas da Champions League - 16/02/2021
PSG 1 x 1 Barcelona - Oitavas da Champions League - 10/03/2021

O Paris Saint-Germain entra para o grupo de times que tiveram mais de um camisa 10 em finais de Copas. Barcelona, Juventus e Real Madrid tiveram dois, enquanto a Inter de Milão é recordista, com três.

Camisas 10 em finais:
1950: Schiaffino (Peñarol) x Jair (Palmeiras)
1954: Liebrich (Kaiserslautern) x Puskas (Budapest Honved)
1958: Pelé (Santos)
1962: nenhum
1966: Hurst (West Ham) x Held (Borussia Dortmund)
1970: Pelé (Santos) x Bertini (Internazionale)
1974: Van de Kerkhof (PSV)
1978: Kempes (Valencia) x Van de Kerkhof (PSV)
1982: Hansi Müller (Stuttgart)
1986: Maradona (Napoli) x Magath (Hamburgo)
1990: Matthäus (Internazionale) x Maradona (Napoli)
1994: Roberto Baggio (Juventus)
1998: Zidane (Juventus) x Rivaldo (Barcelona)
2002: Rivaldo (Barcelona)
2006: Totti (Roma) x Zidane (Real Madrid)
2010: Fabregas (Barcelona) x Sneijder (Internazionale)
2014: Messi (Barcelona)
2018: Mbappé (PSG) x Modric (Real Madrid)
2022: Messi (PSG) x Mbappé (PSG)

Posts Relacionados

Messi, Suárez e Dí Maria: Copa América 2024 deve ser a última do trio

Messi, Suárez e Dí Maria: Copa América 2024 deve ser a última do trio

Atual campeã do mundo e da Copa América, a Argentina tem dois dos grandes nomes que podem estar vivendo a despedida da seleção

COI propõe criação dos Jogos Olímpicos de Esports

COI propõe criação dos Jogos Olímpicos de Esports

Proposta foi colocada na mesa durante sessão do Comitê Olímpico Internacional; existem discussões sobre um país anfitrião

Dorival crê que Vini Júnior pode repetir na Copa América desempenho no Real

Dorival crê que Vini Júnior pode repetir na Copa América desempenho no Real

Vini tem 24 gols em 41 jogos nessa temporada. Além disso, foi fundamental para títulos do Campeonato Espanhol e da Liga dos Campeões

Lúcio Barbosa e Kátia dos Santos entregam seus cargos na SAF do Vasco

Lúcio Barbosa e Kátia dos Santos entregam seus cargos na SAF do Vasco

A interferência do CRVG, que está no controle das ações, e o comprometimento à governança da SAF pesaram na decisão

Crise no Corinthians: diretores financeiro e de futebol entregam os cargos

Crise no Corinthians: diretores financeiro e de futebol entregam os cargos

Horas após a patrocinadora VaideBet comunicar a rescisão contratual, diretores de cargos importantes deixaram a cúpula do clube

Premiação da Bola de Ouro 2024 já tem data definida

Premiação da Bola de Ouro 2024 já tem data definida

Cerimônia será realizada no dia 28 de outubro, em Paris, e finalistas serão divulgados em setembro. Vini Jr é um dos favoritos

COB pede vaga olímpica para remadores que ajudaram na tragédia do Rio Grande do Sul

COB pede vaga olímpica para remadores que ajudaram na tragédia do Rio Grande do Sul

Evaldo Becker e Piedro Tuchtenhagen deixaram de disputar o Pré-Olímpico na Suíça para resgatar vítimas das enchentes

Vitórias de Alison, Ítalo e da seleção feminina de vôlei marcam semana do Brasil

Vitórias de Alison, Ítalo e da seleção feminina de vôlei marcam semana do Brasil

Ítalo Ferreira é campeão da etapa do Taiti do Circuito Mundial, Alison dos Santos nos 400m com barreiras, vôlei feminino segue invicta

pt_BRPortuguese