Voltar ao Início

Você está em:

O que é ‘Cova dos Leões’, nova milícia palestina

Grupo militante recém-formado é conhecido por estar por trás de uma série de ataques contra soldados israelenses no país
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

A tensão e a violência entre as forças israelenses e palestinas nas ocupadas Cisjordânia e Jerusalém Oriental aumentaram desde o início deste ano, com um grupo palestino em particular despontando como protagonista: a "Cova dos Leões" (Areen al Usud, em árabe).

O grupo militante recém-formado, que surgiu na antiga cidade de Nablus, no norte da Cisjordânia, é conhecido por estar por trás de uma série de ataques contra soldados e colonos israelenses.

Seus membros e apoiadores são principalmente jovens palestinos, e eles afirmam estar acima da tradicional lealdade entre facções que moldaram a política palestina nas últimas décadas.

Mas quem são eles e quão significativa é sua presença?

'Jovens palestinos descontentes'
"A Cova dos Leões é um grupo de palestinos jovens, descontentes e furiosos, a maioria na faixa dos 20 anos, eles não fazem parte de nenhuma facção política que temos na Cisjordânia ou em Gaza, e são essencialmente um grupo focado na luta contra a ocupação israelense", explica Ibrahim Jibril Dalalsha, diretor-executivo do Horizon Centre for Political Studies, com sede na cidade de Ramallah, na Cisjordânia.

O grupo armado atua principalmente na cidade de Nablus, particularmente no bairro de al-Yasmina.

Eles conseguiram recrutar dezenas de jovens palestinos nos últimos meses.

Embora o grupo não tenha vínculos formais com nenhum grupo político existente, alguns membros foram filiados a grupos políticos no passado, segundo especialistas.

"Eles são um grupo apartidário, trabalhando para uma única milícia, embora alguns deles tenham estado envolvidos em grupos específicos antes da Cova dos Leões, como a Jihad Islâmica ou as Brigadas dos Mártires de al-Aqsa, Hamas ou Fatah", afirma Dana el Kurd, cientista política da Universidade de Richmond, nos EUA.

Posts Relacionados

G7: líderes de países racham sobre aborto

G7: líderes de países racham sobre aborto

Apoio financeiro à Ucrânia é o principal tema do encontro, na Itália, que tem presença do presidente ucraniano Volodymyr Zelensky

Acordo autoriza entrada da Ucrânia na Otan

Acordo autoriza entrada da Ucrânia na Otan

Zelensky tem planos para que a Ucrânia entre na Otan já faz tempo, mas com a guerra, perdeu apoio dos países que compõem o grupo

Por que Macron pode dissolver o Parlamento na França?

Por que Macron pode dissolver o Parlamento na França?

A medida ocorreu depois da derrota do partido de Emmanuel Macron para de Le Pen nas eleições do Parlamento Europeu

Temos mais armas nucleares que a Europa toda, diz Putin

Temos mais armas nucleares que a Europa toda, diz Putin

Presidente russo afirmou também estar certo de sua vitória na guerra da Ucrânia, mas disse estar aberto a negociações de paz

Eleições no Parlamento Europeu começam

Eleições no Parlamento Europeu começam

A eleição para o Parlamento Europeu é a segunda maior votação do mundo. Espera-se que a participação neste ano seja a maior da história

Biden tenta reforçar aliança com europeus

Biden tenta reforçar aliança com europeus

Presidente dos EUA chegou a Paris para participar das celebrações pelos 80 anos do Dia D. Ele se reunirá com o rei Charles III

Claudia Sheinbaum influencia eleições dos EUA

Claudia Sheinbaum influencia eleições dos EUA

Presidente eleita assumirá o cargo um mês antes do pleito americano. Biden e Trump duelam para controlar a narrativa sobre migrantes

África do Sul tem eleições mais acirradas

África do Sul tem eleições mais acirradas

Serão eleitos 400 deputados nomeados proporcionalmente, indicados por 50 partidos. O novo Parlamento nomeará o próximo presidente

pt_BRPortuguese