Voltar ao Início

Você está em:

Após crise da Agrishow, BNDES anuncia nesta terça R$ 2 bilhões para setor

O novo crédito bilionário será o mecanismo usado por Lula (PT) para conquistar o público ligado a Bolsonaro (PL)
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) deve anunciar nesta terça-feira (9) mais R$ 2 bilhões para a linha de crédito em dólares do setor agro. O valor se soma aos outros R$ 2 bilhões anunciados em abril de 2023.

O novo crédito bilionário será o mecanismo usado por Lula (PT) para conquistar o público ligado a Bolsonaro (PL). A necessidade de estreitar relações com o setor agro ficou nítida após a Agrishow, maior feira de agronegócios do Brasil, que ocorreu na última semana.

No primeiro dia de evento, o ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, foi desconvidado porque, nas palavras dele, os organizadores queriam constrangê-lo politicamente, ao adiar a sua participação para que ela acontecesse depois de Bolsonaro chegar ao local.
A ação do BNDES também atende a determinação do presidente Lula de aumentar o crédito para empresas.

Fontes disseram que a nova linha de crédito rural poderá ser paga em até dez anos, sendo os dois primeiros anos de carência, e com uma taxa real de 3% ano (considerando uma variação cambial de +7,5 ao ano).

Uma fonte disse ao blog que pretendia anunciar a ampliação do crédito rural na Agrishow, mas desistiu da ideia quando o ministro da Agricultura foi desconvidado para o evento.

Durante a feira, o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), lançou uma linha de R$ 200 milhões em taxa Selic. Nas palavras da fonte, a saída de Tarcísio é 5% do crédito do BNDES e tem uma taxa bem maior.

Até abril, o produtor rural contava com três tipos de taxas para o financiamento do Crédito Rural: Selic; TLP (Taxa de longo prazo do BNDES); e Taxa Fixa do BNDES.

Em nota quando anunciou os primeiros bilhões, o BNDES disse: "com a criação de uma linha com taxa fixa em dólares, a expectativa é de potencial de crédito superior a R$ 2 bilhões por ano para operações que utilizem esse custo financeiro. A novidade deve contribuir para a ampliação da mecanização, renovação e atualização tecnológica da frota de tratores e colheitadeiras agrícolas, viabilizando maior produtividade no campo".

A ação do BNDES também atende a determinação do presidente Lula de aumentar o crédito para empresas.

Posts Relacionados

Lula diz que pode tentar a reeleição ‘para evitar que trogloditas voltem a governar’

Lula diz que pode tentar a reeleição ‘para evitar que trogloditas voltem a governar’

Petista afirmou, contudo, que há 'muita gente boa' para se candidatar e que reeleição não é primeira hipótese

Governo é contra qualquer mudança na atual legislação do aborto, diz Padilha

Governo é contra qualquer mudança na atual legislação do aborto, diz Padilha

Ministras e ministros do governo Lula se posicionaram contra o projeto de lei que equipara o aborto ao crime de homicídio

Lula defende Haddad, ministro diz que fará revisão de gastos do governo

Lula defende Haddad, ministro diz que fará revisão de gastos do governo

Lula estremeceu o mercado ao enfatizar que não vai apartar agenda social de economia, e precisou defender o ministro

Lula critica ideia de ‘casas provisórias’ para atingidos por enchentes no RS

Lula critica ideia de ‘casas provisórias’ para atingidos por enchentes no RS

Governador do RS anunciou a construção de 500 moradias temporárias, de 27 metros quadrados cada

STF dá 10 dias para governo de SP explicar projeto das escolas cívico-militares

STF dá 10 dias para governo de SP explicar projeto das escolas cívico-militares

Projeto foi sancionado no final de abril por Tarcísio depois ser aprovado na Alesp sob forte protesto de estudantes

STF rejeita pedido para proibir parentes na chefia do Legislativo e Executivo ao mesmo tempo

STF rejeita pedido para proibir parentes na chefia do Legislativo e Executivo ao mesmo tempo

Cármen Lúcia defendeu que cabe ao Legislativo impor restrições a parentes chefiando cargos no mesmo estado

Lula diz que ‘muita gente fica com raiva’ diante de medidas de proteção ao meio ambiente

Lula diz que ‘muita gente fica com raiva’ diante de medidas de proteção ao meio ambiente

Ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, anunciou uma série de ações do governo para a área ambiental

Lula encontra Zoran Milanović e reafirma meta de desmatamento zero na Amazônia

Lula encontra Zoran Milanović e reafirma meta de desmatamento zero na Amazônia

Os líderes trataram do estreitamento das relações bilaterais e das relações do Brasil com a União Europeia

pt_BRPortuguese