Voltar ao Início

Você está em:

Lula diz que integração ‘é uma necessidade de sobrevivência’ dos países da América do Sul

Lula chegou a Bolívia disposto a discutir investimentos da Petrobras na Bolívia e formas de baratear a importação de gás
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse nesta terça-feira (9) que integração é uma necessidade de sobrevivência dos países da América do Sul. E que a "desunião das forças democráticas" serve à extrema-direita. "A integração é uma necessidade de sobrevivência dos países da América do Sul, do Brasil e da Bolívia. [...] É preciso dar uma chance no século 21 para que Brasil, Bolívia e outros países da América do Sul deixem de ser tratados como países em vias de desenvolvimento", disse Lula. "A desunião das forças democráticas só tem servido à extrema-direita", prosseguiu o presidente. Lula ainda defendeu a volta da Venezuela ao Mercosul — o país está suspenso desde 2017, por não ter cumprido algumas recomendações previstas no acordo. Lula cumpre agenda na Bolívia e, mais cedo, se reuniu reservadamente com o presidente boliviano, Luis Arce. "O bom funcionamento do Mercosul, que agora tem a satisfação de acolher a Bolívia como membro pleno, concorre para prosperidade comum. Esperamos também poder receber logo e muito rapidamente de volta a Venezuela", disse Lula. "A normalização da vida política venezuelana significa estabilidade para toda a América do Sul. Por isso, fazemos votos de que as eleições transcorram de forma tranquila e que os resultados sejam reconhecidos por todos", completou o presidente. As eleições presidenciais na Venezuela estão marcadas para o próximo dia 28, quando o atual presidente Nicolás Maduro, herdeiro político de Hugo Chávez, tentará um novo mandato. As eleições na Venezuela ocorrerão sob desconfiança da comunidade internacional de que Maduro não assegurará eleições livres e democráticas — o que contraria um compromisso assinado pelo governo venezuelano em outubro de 2023. Brics Lula relatou que Arce lhe informou do desejo da Bolívia de ingressar no Brics. O grupo que tinha Brasil, Rússia, China, África do Sul e Rússia recebeu neste ano Arábia Saudita, Irã, Emirados Árabes, Etiópia e Egito. "O Brasil vê como muito positiva a inclusão da Bolívia e de outros países de nossa região", disse Lula. O presidente destacou que Brasil e Bolívia compartilham "visões de mundo convergentes" em temas como a redução da desigualdade e a segurança alimentar. Por isso, Lula convidou Arce para reunião de novembro do G20 e para integrar a aliança contra a fome que o governo brasileiro lançará.

Posts Relacionados

Governo é contra qualquer mudança na atual legislação do aborto, diz Padilha

Governo é contra qualquer mudança na atual legislação do aborto, diz Padilha

Ministras e ministros do governo Lula se posicionaram contra o projeto de lei que equipara o aborto ao crime de homicídio

Lula defende Haddad, ministro diz que fará revisão de gastos do governo

Lula defende Haddad, ministro diz que fará revisão de gastos do governo

Lula estremeceu o mercado ao enfatizar que não vai apartar agenda social de economia, e precisou defender o ministro

Lula critica ideia de ‘casas provisórias’ para atingidos por enchentes no RS

Lula critica ideia de ‘casas provisórias’ para atingidos por enchentes no RS

Governador do RS anunciou a construção de 500 moradias temporárias, de 27 metros quadrados cada

STF dá 10 dias para governo de SP explicar projeto das escolas cívico-militares

STF dá 10 dias para governo de SP explicar projeto das escolas cívico-militares

Projeto foi sancionado no final de abril por Tarcísio depois ser aprovado na Alesp sob forte protesto de estudantes

STF rejeita pedido para proibir parentes na chefia do Legislativo e Executivo ao mesmo tempo

STF rejeita pedido para proibir parentes na chefia do Legislativo e Executivo ao mesmo tempo

Cármen Lúcia defendeu que cabe ao Legislativo impor restrições a parentes chefiando cargos no mesmo estado

Lula diz que ‘muita gente fica com raiva’ diante de medidas de proteção ao meio ambiente

Lula diz que ‘muita gente fica com raiva’ diante de medidas de proteção ao meio ambiente

Ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, anunciou uma série de ações do governo para a área ambiental

Lula encontra Zoran Milanović e reafirma meta de desmatamento zero na Amazônia

Lula encontra Zoran Milanović e reafirma meta de desmatamento zero na Amazônia

Os líderes trataram do estreitamento das relações bilaterais e das relações do Brasil com a União Europeia

Congresso abre R$ 2,8 bilhões em créditos para Saúde e Desenvolvimento Regional

Congresso abre R$ 2,8 bilhões em créditos para Saúde e Desenvolvimento Regional

Oposição criticou e disse que texto serviria de arranjo para 'balcão de negócios' no Congresso. Projeto vai à sanção

pt_BRPortuguese