Voltar ao Início

Você está em:

Toffoli rejeita pedido de investigação apresentado por Bolsonaro contra Alexandre Moraes

Notícia-crime foi apresentada por Bolsonaro nesta terça e alegou suposto abuso de autoridade por parte de Moraes
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), rejeitou nesta quarta-feira (18) o pedido de investigação apresentado pelo presidente Jair Bolsonaro contra o ministro Alexandre de Moraes, também do STF.

A notícia-crime foi apresentada por Bolsonaro nesta terça (17) e alegou suposto abuso de autoridade por parte de Alexandre de Moraes. O presidente da República argumentou que o chamado inquérito das fake news, no qual é investigado, não se justifica.
"Considerando-se que os fatos narrados na inicial evidentemente não constituem crime e que não há justa causa para o prosseguimento do feito, nego seguimento", escreveu Toffoli na decisão.

Dias Toffoli também deixou claro na decisão que não há crime na conduta de Alexandre de Moraes e que o fato de o ministro ser o relator do inquérito das fake news "não é motivo para concluir que teria algum interesse específico, tratando-se do regular exercício da jurisdição".

O ministro afirmou também que o estado democrático de direito impõe a todos deveres e obrigações e que um juiz não pode ser transformado em réu "pelo simples fato de ser juiz". '

Vigília permanente'
Presidente do STF, o ministro Luiz Fux defendeu Alexandre de Moraes nesta quarta-feira ao discursar em um evento no qual o Supremo e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) anunciaram uma parceria para promover ações de combate às fake news. Moraes é o relator do inquérito das fake news.
"Aqui no STF, estamos em vigília permanente contra esses movimentos. Desde 2019, nas gestões que já se passaram. O ministro Dias Toffoli, para enfrentar não só a desinformação, mas verdadeiros ataques ao STF, instaurou o inquérito, que está em ótimas mãos, do ministro Alexandre de Moraes, que tem conduzido com extrema seriedade e competência”, afirmou.
"Muitos talvez não saibam, mas é importante que se tenha a exata noção de como o trabalho no inquérito foi importante, no qual veio a público notícias de atos preparatórios de terrorismos contra o Supremo. Daí a necessidade de ter sido um processo sigiloso. E que com esses atos se trata de impelir o Supremo de se despojar de sua maior característica que é a independência", completou Fux.

O ministro Edson Fachin também elogiou Moraes. Afirmou que o ministro é “como devem ser os juízes intimoratos [destemidos] frente a quaisquer atos ou ataques”.

Posts Relacionados

Governo é contra qualquer mudança na atual legislação do aborto, diz Padilha

Governo é contra qualquer mudança na atual legislação do aborto, diz Padilha

Ministras e ministros do governo Lula se posicionaram contra o projeto de lei que equipara o aborto ao crime de homicídio

Lula defende Haddad, ministro diz que fará revisão de gastos do governo

Lula defende Haddad, ministro diz que fará revisão de gastos do governo

Lula estremeceu o mercado ao enfatizar que não vai apartar agenda social de economia, e precisou defender o ministro

Lula critica ideia de ‘casas provisórias’ para atingidos por enchentes no RS

Lula critica ideia de ‘casas provisórias’ para atingidos por enchentes no RS

Governador do RS anunciou a construção de 500 moradias temporárias, de 27 metros quadrados cada

STF dá 10 dias para governo de SP explicar projeto das escolas cívico-militares

STF dá 10 dias para governo de SP explicar projeto das escolas cívico-militares

Projeto foi sancionado no final de abril por Tarcísio depois ser aprovado na Alesp sob forte protesto de estudantes

STF rejeita pedido para proibir parentes na chefia do Legislativo e Executivo ao mesmo tempo

STF rejeita pedido para proibir parentes na chefia do Legislativo e Executivo ao mesmo tempo

Cármen Lúcia defendeu que cabe ao Legislativo impor restrições a parentes chefiando cargos no mesmo estado

Lula diz que ‘muita gente fica com raiva’ diante de medidas de proteção ao meio ambiente

Lula diz que ‘muita gente fica com raiva’ diante de medidas de proteção ao meio ambiente

Ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, anunciou uma série de ações do governo para a área ambiental

Lula encontra Zoran Milanović e reafirma meta de desmatamento zero na Amazônia

Lula encontra Zoran Milanović e reafirma meta de desmatamento zero na Amazônia

Os líderes trataram do estreitamento das relações bilaterais e das relações do Brasil com a União Europeia

Congresso abre R$ 2,8 bilhões em créditos para Saúde e Desenvolvimento Regional

Congresso abre R$ 2,8 bilhões em créditos para Saúde e Desenvolvimento Regional

Oposição criticou e disse que texto serviria de arranjo para 'balcão de negócios' no Congresso. Projeto vai à sanção

pt_BRPortuguese