Voltar ao Início

Você está em:

Doce de leite pós-jogo pode? Saiba por que jogadores consomem ‘sobremesa’

O doce de leite é açúcar. Ou seja, carboidrato. Os atletas precisam de um carboidrato de rápida digestão após os jogos
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

Após a vitória por 4x1 contra a Coreia do Sul, o atacante Richarlison degustava um chup-chup de doce de leite. "É pra quem faz gol", disse o craque em tom de brincadeira durante entrevista. Perguntado se era liberado, ele explicou que o doce fica à disposição dos atletas e "quem quer pegar, pega".

O chup-chup é um agrado para os jogadores ou faz parte de uma estratégia pós-jogo?
"O doce de leite (açúcar) é um carboidrato de rápida absorção. Quando pensamos em recuperação, de fato esse carbo de rápida digestão faz sentido", explica Gisele Haiek, nutricionista pós-graduada em nutrição clínica funcional.

Haiek ressalta que essa estratégia é bem pontual e vale para os atletas de alto rendimento durante as competições. Ou seja, uma pessoa que acabou de fazer uma caminhada deve evitar o docinho, já que não tem o mesmo esforço de um jogador.
"Isso é pontual, é o que funciona naquele momento [do jogo]. Ajuda na recuperação muscular, mas não é para todo mundo. O próprio jogador não deve fazer isso no dia a dia. Ele deve optar por alimentos mais saudáveis, itens mais naturais que funcionam", diz.

Vale lembrar que não existe uma quantidade "ideal" ou "indicada". Tudo depende do organismo, do peso, da altura e do objetivo da pessoa.

"Se a pessoa quer ganhar massa muscular, as quantidades são ajustadas para que haja superávit calórico. Se a pessoa quer emagrecer, ela precisa do déficit calórico. Um docinho colocado no contexto de cada um não vai emagrecer ou engordar. Ele isoladamente não será um problema", completa a nutricionista.

Além do doce de leite (que é uma opção muito gostosa), outros carbos "práticos" também funcionam no pós-jogo: frutas, sucos, salada de frutas. "Se for pensar só na composição, o doce de leite é ok. Mas não podemos esquecer da qualidade. É melhor ingerir um carbo de rápida absorção que nutra o corpo", avalia a nutricionista.

E qual a função do carboidrato?
O carboidrato é a estrela da festa na alimentação dos atletas, junto com a proteína. A função do carbo é o estoque de energia. No pós-treino (ou pós-jogo), ele vai ajudar na recuperação muscular. Os jogadores têm um desgaste muito grande e vão precisar desse nutriente.

"Depois de um jogo intenso, que exigiu muito do organismo do atleta, precisamos pensar no estoque de carboidrato, de energia. Ele é feito na forma de glicogênio muscular e hepático, o armazenamento é feito no músculo e no fígado. O carboidrato é a principal forma para repor o glicogênio e ficar preparado para outras atividades do dia", esclarece Gisele.

Haiek explica que até uma hora pós-jogo, o corpo está pronto para fazer essa reserva rápida - o momento perfeito para a recuperação. Por isso, o indicado é o carboidrato de rápida absorção. "Se o alimento tiver muita fibra, se for combinado com gordura, a digestão acaba sendo mais lenta, o que não é interessante para o atleta".

Posts Relacionados

‘Esquecer’ é tão importante quanto ‘lembrar’ para a longevidade da memória

‘Esquecer’ é tão importante quanto ‘lembrar’ para a longevidade da memória

Professor da UNESP explica que o cérebro não possui um ‘disco rígido’ onde as nossas lembranças são armazenadas

Pipoca é janta? Entenda quando o alimento é considerado saudável e pode ajudar na dieta

Pipoca é janta? Entenda quando o alimento é considerado saudável e pode ajudar na dieta

Fonte de fibras, a pipoca pode ser combinada com outros itens e formar uma refeição. Também é uma boa opção de lanche

Fibromialgia atinge músculos e ligamentos e afeta até 7 vezes mais as mulheres

Fibromialgia atinge músculos e ligamentos e afeta até 7 vezes mais as mulheres

Pacientes com a doença costumam não ser levados a sério. Mulheres têm seis vezes mais chances de desenvolver a síndrome

Como poluição faz meninas menstruarem precocemente

Como poluição faz meninas menstruarem precocemente

Meninas estão entrando na puberdade mais cedo, possivelmente devido à exposição a poluentes atmosféricos

Mulheres vivem mais do que homens, mas com saúde pior, revela estudo

Mulheres vivem mais do que homens, mas com saúde pior, revela estudo

Pesquisa analisou dados sobre as 20 principais doenças causadoras de morte. Resultado mostra influência de fatores biológicos

Cortisol é mesmo o culpado por seus problemas de saúde?

Cortisol é mesmo o culpado por seus problemas de saúde?

"Hormônio do estresse" ganhou fama de vilão, com vídeos nas redes sociais culpando um suposto desequilíbrio hormonal

Sedentarismo e sobrepeso em crianças afetam o desempenho na escola

Sedentarismo e sobrepeso em crianças afetam o desempenho na escola

Os pesquisadores comprovaram a relação dos exercícios físicos com o desempenho cognitivo dos alunos

Zolpidem: ‘Pacientes tomam 300 comprimidos por dia’

Zolpidem: ‘Pacientes tomam 300 comprimidos por dia’

O remédio usado no tratamento contra a insônia, disponível no mercado há mais de 30 anos, ganhou protagonismo maior na última década, pela junção de

pt_BRPortuguese