Voltar ao Início

Você está em:

Os riscos da semaglutida, que ganha popularidade para perda de peso

A semaglutida funciona como um supressor do apetite, o que ajudaria a emagrecer. Mas será que ela é uma opção para todos?
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

O empresário Elon Musk afirma que já usou semaglutida e, segundo alguns meios de comunicação dos Estados Unidos, começar esse tratamento se tornou "o segredo mais mal guardado de Hollywood".

Trata-se de uma injeção para perda de peso cuja popularidade cresce em várias partes do mundo e cujas doses até estão em falta em algumas farmácias.

A droga — vendida sob os nomes comerciais de Wegovy, Ozempic e Rybelsus — é usada para tratar diabetes tipo 2 e, mais recentemente, começou a ser aprovada em várias partes do mundo como uma nova opção para perder peso.

No Brasil, os medicamentos à base de semaglutida para perda de peso receberam o aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em janeiro. No país, eles são considerados um tratamento auxiliar a outras medidas, como adotar dietas com menos calorias e fazer exercícios físicos com regularidade.

O fármaco, administrado como uma injeção sob a pele, faz com que a pessoa se sinta mais cheia e satisfeita, o que a leva a comer menos.

Autoridades de saúde, como a Food and Drug Administration (FDA) nos Estados Unidos, ou o National Institute for Excellence in Health and Care (NICE) no Reino Unido, indicam que o medicamento é seguro e eficaz para controle do excesso de peso crônico em adultos com obesidade que têm pelo menos um distúrbio associado, como hipertensão ou diabetes tipo 2.

Os riscos
A farmacêutica Novo Nordisk ressalta que a semaglutida só deve ser utilizada mediante prescrição médica.

Este tratamento apresenta efeitos colaterais e riscos. Os principais são náusea, dor de estômago, vômito e diarreia.

Outros eventos adversos listados pelo FDA são: dor de cabeça, fadiga, indigestão, tontura, inchaço, flatulência excessiva, gastroenterite e doença do refluxo gastroesofágico.

A agência americana também observa que os profissionais de saúde devem alertar os pacientes sobre o risco potencial de tumores da tireoide.

"Remédios como o Wegovy não devem ser usados em pacientes com histórico pessoal ou familiar de carcinoma medular de tireoide ou em pacientes com uma doença rara chamada síndrome de neoplasia endócrina múltipla tipo 2", afirma o FDA.

Além disso, a rápida perda de peso também pode fazer com que a pele tenha uma queda na quantidade de substâncias como o colágeno e a elastina, levando ao que alguns profissionais chamam de "rosto de semaglutida" — que se assemelha a uma aparência abatida.

Mas, para quem enfrenta problemas para perder peso, ou quando os quilos extras levam a outras doenças, a semaglutida é uma alternativa positiva.

Segundo os especialistas, a semaglutida não deve ser encarada como um tratamento de estilo de vida, mas "com o objetivo de melhorar a saúde".

Posts Relacionados

‘Esquecer’ é tão importante quanto ‘lembrar’ para a longevidade da memória

‘Esquecer’ é tão importante quanto ‘lembrar’ para a longevidade da memória

Professor da UNESP explica que o cérebro não possui um ‘disco rígido’ onde as nossas lembranças são armazenadas

Pipoca é janta? Entenda quando o alimento é considerado saudável e pode ajudar na dieta

Pipoca é janta? Entenda quando o alimento é considerado saudável e pode ajudar na dieta

Fonte de fibras, a pipoca pode ser combinada com outros itens e formar uma refeição. Também é uma boa opção de lanche

Fibromialgia atinge músculos e ligamentos e afeta até 7 vezes mais as mulheres

Fibromialgia atinge músculos e ligamentos e afeta até 7 vezes mais as mulheres

Pacientes com a doença costumam não ser levados a sério. Mulheres têm seis vezes mais chances de desenvolver a síndrome

Como poluição faz meninas menstruarem precocemente

Como poluição faz meninas menstruarem precocemente

Meninas estão entrando na puberdade mais cedo, possivelmente devido à exposição a poluentes atmosféricos

Mulheres vivem mais do que homens, mas com saúde pior, revela estudo

Mulheres vivem mais do que homens, mas com saúde pior, revela estudo

Pesquisa analisou dados sobre as 20 principais doenças causadoras de morte. Resultado mostra influência de fatores biológicos

Cortisol é mesmo o culpado por seus problemas de saúde?

Cortisol é mesmo o culpado por seus problemas de saúde?

"Hormônio do estresse" ganhou fama de vilão, com vídeos nas redes sociais culpando um suposto desequilíbrio hormonal

Sedentarismo e sobrepeso em crianças afetam o desempenho na escola

Sedentarismo e sobrepeso em crianças afetam o desempenho na escola

Os pesquisadores comprovaram a relação dos exercícios físicos com o desempenho cognitivo dos alunos

Zolpidem: ‘Pacientes tomam 300 comprimidos por dia’

Zolpidem: ‘Pacientes tomam 300 comprimidos por dia’

O remédio usado no tratamento contra a insônia, disponível no mercado há mais de 30 anos, ganhou protagonismo maior na última década, pela junção de

pt_BRPortuguese