Voltar ao Início

Você está em:

Perda de cabelo e calvície: veja o que funciona e o que não funciona

O mercado de produtos de beleza está cheio de tratamentos duvidosos que prometem resultados incríveis, mas que geralmente não cumprem o que garantem
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

A queda de cabelo é uma preocupação comum que leva muita gente a buscar as mais diversas soluções. No entanto, o mercado de produtos de beleza está cheio de tratamentos duvidosos que prometem resultados incríveis para os calvos, mas que geralmente não cumprem o que garantem.

No caso da alopecia androgenética, aquele tipo que herdamos de nossos pais e avós, existem, porém, opções eficazes, como o minoxidil, disponível como loção para aplicação direta no couro cabeludo, e a finasterida, que é tomada por via oral.

Para a alopecia areata, doença autoimune que provoca queda capilar, a Anvisa aprovou recentemente um medicamento: o baricitinibe, conhecido pelo nome comercial de Olumiant.

E esqueça aquela história de que alguns alimentos podem impedir ou prevenir a calvície ou que shampoos antiqueda são eficazes contra a perda de cabelo. Ao final desta reportagem, veja a explicação sobre 10 mitos.

E atenção: o ideal sempre é procurar atendimento médico especializado para definir o diagnóstico.

Raspar a cabeça faz o cabelo cair mais rápido.
Mito. O mito de que raspar a cabeça afeta o crescimento dos cabelos é um dos mais comuns, mas é infundado. Isso porque a raspagem não interfere no desenvolvimento dos folículos pilosos, estruturas da pele responsáveis por produzir cabelo.
Cortar ou raspar o cabelo só tira os fios da parte de cima, enquanto os folículos embaixo da pele permanecem intactos e continuam seu ciclo de crescimento normalmente.

Além disso, a calvície genética é caracterizada pela rarefação e diminuição dos folículos pilosos.

Lavar o cabelo diariamente pode contribuir para o processo.
Mito. A frequência adequada de lavagem do cabelo depende do tipo de couro cabeludo, e não interfere na quantidade de fios que perdemos rotineiramente.

Se o couro cabeludo for oleoso, é necessário lavar o cabelo com mais frequência, até mesmo diariamente.

Se esse tecido que recobre o crânio for seco, lavar o cabelo todos os dias pode não ser necessário e a lavagem a cada dois dias será suficiente.

Sempre usar um secador facilita a calvície.
Mito. Na realidade, o uso frequente do secador de cabelo pode tornar os fios mais finos, mas não leva à calvície.

Por outro lado, usar o secador de cabelo em alta temperatura, especialmente próximo ao couro cabeludo, pode tornar os fios frágeis e, com o uso excessivo, danificar o cabelo e o couro cabeludo.

Portanto, é aconselhável usar o secador a uma distância segura (cerca de 15 cm), por menos tempo e em temperaturas mais baixas para evitar danos.

Posts Relacionados

‘Esquecer’ é tão importante quanto ‘lembrar’ para a longevidade da memória

‘Esquecer’ é tão importante quanto ‘lembrar’ para a longevidade da memória

Professor da UNESP explica que o cérebro não possui um ‘disco rígido’ onde as nossas lembranças são armazenadas

Pipoca é janta? Entenda quando o alimento é considerado saudável e pode ajudar na dieta

Pipoca é janta? Entenda quando o alimento é considerado saudável e pode ajudar na dieta

Fonte de fibras, a pipoca pode ser combinada com outros itens e formar uma refeição. Também é uma boa opção de lanche

Fibromialgia atinge músculos e ligamentos e afeta até 7 vezes mais as mulheres

Fibromialgia atinge músculos e ligamentos e afeta até 7 vezes mais as mulheres

Pacientes com a doença costumam não ser levados a sério. Mulheres têm seis vezes mais chances de desenvolver a síndrome

Como poluição faz meninas menstruarem precocemente

Como poluição faz meninas menstruarem precocemente

Meninas estão entrando na puberdade mais cedo, possivelmente devido à exposição a poluentes atmosféricos

Mulheres vivem mais do que homens, mas com saúde pior, revela estudo

Mulheres vivem mais do que homens, mas com saúde pior, revela estudo

Pesquisa analisou dados sobre as 20 principais doenças causadoras de morte. Resultado mostra influência de fatores biológicos

Cortisol é mesmo o culpado por seus problemas de saúde?

Cortisol é mesmo o culpado por seus problemas de saúde?

"Hormônio do estresse" ganhou fama de vilão, com vídeos nas redes sociais culpando um suposto desequilíbrio hormonal

Sedentarismo e sobrepeso em crianças afetam o desempenho na escola

Sedentarismo e sobrepeso em crianças afetam o desempenho na escola

Os pesquisadores comprovaram a relação dos exercícios físicos com o desempenho cognitivo dos alunos

Zolpidem: ‘Pacientes tomam 300 comprimidos por dia’

Zolpidem: ‘Pacientes tomam 300 comprimidos por dia’

O remédio usado no tratamento contra a insônia, disponível no mercado há mais de 30 anos, ganhou protagonismo maior na última década, pela junção de

pt_BRPortuguese