Voltar ao Início

Você está em:

Governo pode atender a pedido de aliados para rever parte do corte no orçamento do INSS

Depois da reação negativa até de aliados, o governo Bolsonaro pode rever pelo menos parte do corte de R$ 980 milhões feito pela equipe econômica no INSS.
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

Depois da reação negativa até de aliados, o governo Bolsonaro pode rever pelo menos parte do corte de R$ 980 milhões feito pela equipe econômica no INSS.

A promessa de analisar o caso foi feita pelo governo ao relator-geral da Orçamento, deputado Hugo Leal (PSD-RJ), que veio a Brasília conversar com assessores presidenciais depois do anúncio dos cortes.

“As conversas estão indo, há uma possibilidade de ser feita uma revisão nos cortes feitos no INSS”, disse Leal ao blogl.

Ele ressalva, porém, que se isso não ocorrer muito certamente o corte será derrubado quando o Congresso for analisar os vetos feitos pelo presidente Jair Bolsonaro no Orçamento da União de 2022.

Os aliados alertam que se o corte for mantido os serviços do INSS ficarão ainda mais comprometidos, impedindo, por exemplo, reduzir a fila de benefícios previdenciários não atendidos, que atinge hoje mais de 1,8 milhão.

Segundo o relator, essa fila tende a aumentar com os cortes. O que, segundo assessores presidenciais, vai acabar desgastando a imagem do presidente Bolsonaro no ano eleitoral.

O corte no INSS foi o maior realizado pela equipe econômica, que totalizou R$ 3,184 bilhões, no Orçamento da União de 2022.

Posts Relacionados

Lula diz que pode tentar a reeleição ‘para evitar que trogloditas voltem a governar’

Lula diz que pode tentar a reeleição ‘para evitar que trogloditas voltem a governar’

Petista afirmou, contudo, que há 'muita gente boa' para se candidatar e que reeleição não é primeira hipótese

Governo é contra qualquer mudança na atual legislação do aborto, diz Padilha

Governo é contra qualquer mudança na atual legislação do aborto, diz Padilha

Ministras e ministros do governo Lula se posicionaram contra o projeto de lei que equipara o aborto ao crime de homicídio

Lula defende Haddad, ministro diz que fará revisão de gastos do governo

Lula defende Haddad, ministro diz que fará revisão de gastos do governo

Lula estremeceu o mercado ao enfatizar que não vai apartar agenda social de economia, e precisou defender o ministro

Lula critica ideia de ‘casas provisórias’ para atingidos por enchentes no RS

Lula critica ideia de ‘casas provisórias’ para atingidos por enchentes no RS

Governador do RS anunciou a construção de 500 moradias temporárias, de 27 metros quadrados cada

STF dá 10 dias para governo de SP explicar projeto das escolas cívico-militares

STF dá 10 dias para governo de SP explicar projeto das escolas cívico-militares

Projeto foi sancionado no final de abril por Tarcísio depois ser aprovado na Alesp sob forte protesto de estudantes

STF rejeita pedido para proibir parentes na chefia do Legislativo e Executivo ao mesmo tempo

STF rejeita pedido para proibir parentes na chefia do Legislativo e Executivo ao mesmo tempo

Cármen Lúcia defendeu que cabe ao Legislativo impor restrições a parentes chefiando cargos no mesmo estado

Lula diz que ‘muita gente fica com raiva’ diante de medidas de proteção ao meio ambiente

Lula diz que ‘muita gente fica com raiva’ diante de medidas de proteção ao meio ambiente

Ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, anunciou uma série de ações do governo para a área ambiental

Lula encontra Zoran Milanović e reafirma meta de desmatamento zero na Amazônia

Lula encontra Zoran Milanović e reafirma meta de desmatamento zero na Amazônia

Os líderes trataram do estreitamento das relações bilaterais e das relações do Brasil com a União Europeia

pt_BRPortuguese