Voltar ao Início

Você está em:

Comitê Científico do Rio adia decisão sobre carnaval da Sapucaí

Além disso, o comitê também defendeu a retomada do uso de máscaras em locais abertos, especialmente onde não for possível manter o distanciamento social
Picture of webmaster

webmaster

O Comitê Científico de Enfrentamento à Covid-19, que assessora a prefeitura do Rio, decidiu, em reunião na manhã de ontem, adiar a decisão sobre a realização dos desfiles no Sambódromo da Marquês de Sapucaí. De acordo com o médico pediatra e sanitarista Daniel Becker, um dos membros do comitê, os especialistas recomendaram ainda que o plano de volta às aulas presenciais na rede municipal seja mantido, por considerar que, neste momento, não há evidências científicas que fundamentem a necessidade do ensino remoto ou híbrido. Além disso, o comitê também defendeu a retomada do uso de máscaras em locais abertos, especialmente onde não for possível manter o distanciamento social, embora o protocolo não deva voltar a ser obrigatório.

Em relação ao carnaval da Sapucaí, um novo encontro está marcado para o dia 24 de janeiro, quando os especialistas deverão emitir um parecer definitivo sobre o assunto. Até lá, os indicadores da pandemia na cidade continuarão sob monitoramento da Secretaria municipal de Saúde (SMS). Os dados de vigilância epidemiológica das próximas semanas também serão considerados na questão do retorno às aulas presenciais, apesar de o plano inicial da Secretaria municipal de Educação (SME) esteja mantido por enquanto.

O encontro teve o propósito de reavaliar decisão tomada em 22 de dezembro, quando o comite liberou a realização do carnaval no Rio, em razão do avanço da variante Ômicron e da consequente explosão de casos de Covid-19 na cidade. Secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz já sinalizou que seguiria o parecer dos especialistas.

Posts Relacionados

Fibromialgia atinge músculos e ligamentos e afeta até 7 vezes mais as mulheres

Fibromialgia atinge músculos e ligamentos e afeta até 7 vezes mais as mulheres

Pacientes com a doença costumam não ser levados a sério. Mulheres têm seis vezes mais chances de desenvolver a síndrome

Como poluição faz meninas menstruarem precocemente

Como poluição faz meninas menstruarem precocemente

Meninas estão entrando na puberdade mais cedo, possivelmente devido à exposição a poluentes atmosféricos

Mulheres vivem mais do que homens, mas com saúde pior, revela estudo

Mulheres vivem mais do que homens, mas com saúde pior, revela estudo

Pesquisa analisou dados sobre as 20 principais doenças causadoras de morte. Resultado mostra influência de fatores biológicos

Cortisol é mesmo o culpado por seus problemas de saúde?

Cortisol é mesmo o culpado por seus problemas de saúde?

"Hormônio do estresse" ganhou fama de vilão, com vídeos nas redes sociais culpando um suposto desequilíbrio hormonal

Sedentarismo e sobrepeso em crianças afetam o desempenho na escola

Sedentarismo e sobrepeso em crianças afetam o desempenho na escola

Os pesquisadores comprovaram a relação dos exercícios físicos com o desempenho cognitivo dos alunos

Zolpidem: ‘Pacientes tomam 300 comprimidos por dia’

Zolpidem: ‘Pacientes tomam 300 comprimidos por dia’

O remédio usado no tratamento contra a insônia, disponível no mercado há mais de 30 anos, ganhou protagonismo maior na última década, pela junção de

Como é feita a aplicação do balão intragástrico e para quem é indicado?

A Academia Mineira de Medicina de Minas Gerais alerta para a importância do diagnóstico precoce em casos de complicações com o balão gástrico, procedimento recomendado

O que acontece no seu cérebro quando você navega no celular

O que acontece no seu cérebro quando você navega no celular

Deslizar o dedo pela tela do celular enquanto conferimos fotos e vídeos é um hábito que pode consumir horas das nossas vidas

pt_BRPortuguese